Sagrada Família - Conceito, o que é, Significado

De acordo com a versão oficial da Igreja Católica e da maioria das confissões cristãs, Jesus de Nazaré era filho único e seus pais se chamavam José e Maria. No Novo Testamento, existem várias referências a este vínculo com o termo Sagrada Família.

No calendário litúrgico se celebra a festa da Sagrada Família, mais especificamente no primeiro domingo depois do Natal. Esta celebração nos faz lembrar uma importante mensagem: Jesus, o filho de Deus, encarnou em uma família humana.

Os teólogos cristãos acreditam que a integridade da família se encontra em perigo

Na tradição cristã a instituição familiar é o pilar fundamental sobre o qual uma sociedade deve ser construída. E, claro, a família de Jesus serve como modelo de inspiração. As novas alternativas ao modelo de família cristã são interpretadas como uma ameaça e um perigo.

A versão oficial sobre os irmãos de Jesus

Nos Evangelhos de Mateus, Lucas e Marcos, fala-se explicitamente dos irmãos e irmãs de Jesus (são quatro homens Tiago, José, Simão e Judas e duas irmãs das quais não se especifica seus nomes).

Na tradição católica, estas referências bíblicas são explicadas normalmente com o seguinte argumento: quando José conheceu Maria era viúvo e tinha outros descendentes com sua esposa anterior.

Consequentemente, os irmãos e irmãs de Jesus mencionados nos evangelhos seriam na verdade seus meios-irmãos. Esta interpretação é baseada em um texto cristão apócrifo do século II, o Proto-evangelho de Santiago. Neste documento se mantém a tese da virgindade perpétua de Maria, de modo que os irmãos e irmãs de Jesus só poderiam ser filhos de José.

De outro ponto de vista igualmente oficial, afirma-se que a questão dos irmãos de Jesus se refere aos laços afetivos e espirituais que não têm relação nenhuma com a família carnal de Jesus.

Para alguns teólogos cristãos a virgindade de Maria deve ser interpretada de maneira simbólica. Com esta avaliação já é possível aceitar com normalidade que Jesus teve outros irmãos que eram filhos de José e Maria. Esta tese está baseada no Evangelho de Lucas, onde se fala de Jesus como o filho primogênito de Maria (se Jesus foi o primeiro filho, isso quer dizer que Maria e José tiveram mais filhos).

A linhagem de Jesus é um mistério com dois mil anos de história

Além da versão oficial sobre a Sagrada Família, a questão da linhagem de Jesus provoca todo tipo de interpretação e avaliação. Alguns pesquisadores afirmam que os parentes de Jesus tiveram um papel importante no estabelecimento do Cristianismo.

Embora as fontes originárias sejam muito escassas, os especialistas em Genealogia e em línguas semíticas tentam trazer alguma luz sobre a verdadeira família de Jesus de Nazaré.

Imagem: Fotolia. Renata Sedmakova

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: