Família Reconstruída - Conceito, o que é, Significado

A família reconstruída compreende uma família que é formada por um casal adulto na qual pelo menos um dos membros tem um filho de uma relação anterior. Pode-se dizer que é a criação de uma nova família a partir de outra já existente.

Quanto às causas que explicam o fenômeno da família reconstruída, podemos destacar dois: um aumento significativo no número de divórcios e uma mentalidade mais permissiva e aberta quando se trata de entender a proposta da família.

Características gerais deste modelo familiar

Para uma família ser reconstruída é necessário que uma família anterior se separe. Esta ruptura pode ocorrer por vários motivos: separação ou divórcio ou a morte de um dos cônjuges.

A formação de um novo modelo familiar não está sujeito a critérios fixos. Neste sentido, são diversas as possibilidades existentes:

1) um homem e uma mulher, ou então um deles traz uma criança do seu relacionamento anterior,

2) um homem e uma mulher se juntam sentimentalmente, proporcionando um vínculo afetivo a cada criança da relação anterior,

3) dois homens ou duas mulheres que formam uma família com um filho nascido de outra relação,

4) um matrimônio com um ou mais filhos de casamentos anteriores que convivem com os filhos do novo casal.

Deve-se levar em conta que, nestes casos, as figuras do padrasto e da madrasta são incorporadas e não fazem parte da família tradicional

A nova família reconstituída pode criar certo desajuste nas relações entre seus membros: problemas entre filho e filha; padrasto e madrasta; tensões entre os filhos de diferentes pais; intromissão dos cônjuges anteriores; a questão da lealdade dos filhos ao pai ou à mãe ausente e ainda a rejeição dos filhos ao novo padrasto ou madrasta.

Em geral, exigem um período de adaptação à nova situação.

Algumas dicas para viver em harmonia

Como na família tradicional, é desejável que haja estabilidade econômica e laços emocionais sólidos. Por outro lado, é conveniente que as famílias reconstituídas tenham sua situação legal resolvida. Obviamente, os possíveis desajustes entre seus membros podem ser solucionados com muita comunicação e afeto.

É conveniente que nas relações do novo lar não se fale de forma negativa do pai ou da mãe que não está presente.

Quando as tensões familiares não desaparecem, pode-se recorrer à terapia psicológica especializada sobre famílias reconstituídas.

Imagem: Fotolia. Kurhan

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: