Oração Transitiva e Intransitiva - Conceito, o que é, Significado

Um verbo é transitivo quando precisa de um complemento para esclarecer o significado semântico do verbo. Assim, quando afirmo "Ela dá", podemos notar que falta algo e essa ausência é o complemento direto.

Em compensação, na oração "Ela dá inveja", há um complemento direto. Consequentemente, o verbo a dar é transitivo porque só tem sentido se vai acompanhado de um objeto direto.

Um verbo é considerado intransitivo porque não precisa de um complemento para ter um significado semântico completo

Então, quando digo "Joana impressiona", a oração tem significado completo sem a necessidade de um complemento que acompanhe o verbo.

Deve-se destacar que um verbo não é transitivo ou intransitivo por natureza, mas depende de como se comporta na estrutura de uma oração. Assim, um verbo pode ser transitivo em certas ocasiões e intransitivo em outras.

Orações transitivas e intransitivas

Para uma frase ser transitiva depende do verbo que contem. Certos verbos exigem necessariamente um complemento direto. Nas orações intransitivas, não existe a necessidade de um complemento direto para ter um significado completo.

Na oração "Vicente conseguiu a vitória", a vitória atua como um complemento direto. Por outro lado, se eu disser "Vicente conseguiu", trata-se de uma frase que não tem um significado completo. Portanto, a primeira frase é uma oração transitiva.

As seguintes orações são todas transitivas, já que o verbo utilizado precisa de um complemento direto: "Luis estudou a lição", "Marisa quebrou o lápis" e "Alberto comprou um livro novo".

Na oração "Minha amiga impressiona ao vizinho", o complemento indireto ao vizinho faz com que a oração seja intransitiva. Se eu disser "Ontem meu chefe falou", trata-se de uma oração igualmente intransitiva. As seguintes frases são intransitivas, pois em nenhum caso aparece um complemento direto, mas apresentam outros complementos: "Miguel de Cervantes faleceu no século XVII", "Minha amiga morou em Buenos Aires" ou "Alfredo dissimulou na aula de matemática".

Deve-se ressaltar que certas orações são intransitivas mesmo que o verbo seja transitivo e são conhecidas como orações de segunda ativa (por exemplo, "O vizinho lê", "Lucas está comprando" ou "Ágata sobe tranquilamente").

Existem várias formas de classificar as orações

A distinção entre oração transitiva e intransitiva é uma forma de organizar as frases. Elas também podem ser divididas da seguinte forma: bimembre e unimembre; reflexiva e recíproca; ativa e passiva ou então dependendo da intenção do falante. Neste último caso, são divididas em enunciativas, interrogativas, dubitativas, imperativas, desiderativas e exclamativas.

Imagem: Fotolia. MNStudio

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: