Objeto - Conceito, o que é, Significado

ObjetoDenomina-se objeto a um elemento percebido pelos sentidos e que se difere do subjetivo. Na ciência, o objeto se refere ao aspecto da realidade levado em consideração por este tipo de conhecimento. Durante muito tempo se debate a questão filosófica dos limites do objetivo. Na verdade, se a existência pode ser considerada um objeto, pelo simples fato de ser percebida pelos sentidos, cabe uma pergunta sobre a veracidade ou certeza dos sentidos. Isto causa um longo debate que ainda ecoa no presente. No entanto, o consenso científico tem solucionado boa parte destas discussões, deixando para o campo da filosofia.

Uma primeira aproximação desta questão foi abordada na Grécia Antiga. De fato, desde a antiguidade se fazia conjetura sobre o conhecimento dos sentidos. Esta circunstância inevitavelmente levanta a questão sobre o real conhecimento dos objetos. Assim, se refere à “Alegoria da Caverna” como uma boa indicação do próprio discurso da filosofia socrática. Então, Platão se refere a esta circunstância para servir de exemplo à posição que se dá ao homem na hora de conhecer os objetos capazes de serem percebidos. Desta forma, relata-se a situação de alguns homens acorrentados que veem a iluminação da fogueira contra a parede. Nela, são projetadas sombras de outros homens que estão fora da visão dos primeiros. Desta maneira, considera-se o conhecimento obtido pelos sentidos em relação aos objetos, uma vez que é imperfeito.

Este tipo de abordagem foi bastante criticado e é uma manifestação da primitiva filosofia grega. No entanto, após isso, houve expressões que foram além da negação da realidade objetiva. De fato, se os objetos aparecem para o homem através dos sentidos, pode-se considerar que sua essência é o fato de ser percebido. Esta circunstância pode parecer distante de nossa intuição, mas existiu e teve consequências na filosofia. Assim, pode submeter-se aos trabalhos de Berkeley e, posteriormente, Hume acrescentou muitas destas considerações em suas abordagens da mesma maneira que Kent, mas que prevaleceu sua perspectiva realista em relação ao objeto como entidade independente da percepção.

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: