Conceito » Objetificação Sexual

Objetificação Sexual - Conceito, o que é, Significado

Para alguns filósofos o progresso material da humanidade tem sido acompanhado de uma mudança profunda na mentalidade dos homens. Uma das consequências é a objetificação do homem. No lugar de pensar em pessoas com nomes e sobrenomes ou em seres humanos que sentem e sofrem o homem é considerado como algo abstrato, como se fosse uma coisa.

Em outras palavras, a objetificação consiste em transformar um sujeito em um objeto. Para os pensadores marxistas, o capitalismo é a causadora dos processos de objetificação dos seres humanos.

A ideia de objetificação pode ser aplicada a vários contextos, como no trabalho, nas relações humanas, na comunicação e na sexualidade.

No campo da sexualidade

O corpo humano, especialmente o corpo feminino, é valorizado por algumas pessoas através de esquemas mentais deformados. Na publicidade, na moda e nos meios de comunicação em geral é imposto um modelo estético e sexual irreal. A mulher perfeita deve ter medidas específicas, pois do contrário se afasta do padrão sexual.

As medidas perfeitas não estão ao alcance da imensa maioria. A objetificação da sexualidade vem a ser uma espécie de fetichismo cultural.

Por outro lado, o corpo feminino é tratado como se fosse uma mercadoria. Quando são cumpridos certos requisitos, torna-se um produto atraente, caso contrário é um produto com pouco valor no mercado. Este tipo de critério pode causar frustração e mal-estar nas mulheres que não se sentem bem com sua aparência física.

Os estudiosos do fenômeno da violência de gênero consideram que há uma relação direta entre a objetificação feminina e as atitudes violentas de alguns homens.

O movimento feminista se opõe radicalmente à deformação da imagem da mulher. Por este motivo, reivindica-se uma mudança de foco nos meios de comunicação. Para que isso seja possível é necessário valorizar a mulher por sua capacidade e não por seu corpo.

No campo da publicidade e da pornografia

Para vender automóveis, cervejas ou qualquer outro tipo de produto é muito comum incorporar uma imagem feminina com forte carga sexual. Com este tipo de mensagem, as mulheres são usadas como um objeto que serve para tornar um produto comercial mais atrativo.

No mundo da pornografia existem milhares de opções para alimentar as fantasias sexuais. Muitas vezes se projeta uma imagem degradante sobre as mulheres. Aparecem submetidas, humilhadas e ainda se usa uma linguagem obscena e violenta nas relações sexuais. Pode-se afirmar que este tipo de pornografia é incompatível com o respeito à condição feminina.

Relacionados:

  1. Intersexualidade
  2. Concupiscência
  3. Escala Kinsey
  4. Luta #Metoo (#EuTambém)
  5. Efeito Coolidge
  6. Lascívia
  7. Feminismo
  8. Cisgênero
  9. Padrão de Beleza
  10. Travestismo