Hentai - Conceito, o que é, Significado

O mundo do mangá da cultura japonesa apresenta formatos bem diferentes: o anime, os desenhos animados e todo tipo de materiais artísticos. Uma de suas variantes mais particulares é o hentai ou mangá erótico japonês, que geralmente se apresenta em forma de histórias em quadrinhos ou filmes. Nos últimos anos este gênero também foi popularizado através da internet.

Identificação com os subgêneros do hentai

O termo hentai é uma ocidentalização do japonês e pode ser traduzido como pervertido ou anormalidade. Este tipo de material erótico-pornográfico é muito popular entre os japoneses.

O hentai oferece todo tipo de subgêneros: relações incestuosas, sexo no ambiente escolar, personagens transexuais ou travestis (também conhecido como comic futanari); BDSM (estas siglas se referem à bondage, dominação, sadismo e masoquismo); o furry (relações sexuais com personagens metade homem metade monstro); yaoi ou relações homossexuais entre homens; yuri ou relações sexuais lésbicas e o lolicon (relações sexuais entre pessoas de diferentes gerações). Todas estas variantes não são exclusivas do Japão, pois nas últimas décadas o conteúdo hentai também é consumido na América e na Europa.

As várias interpretações deste mundo

Para alguns, este tipo de material pornográfico deve estar contextualizado na revolução sexual que ocorreu a partir da década de 1960. Neste sentido, considera-se que o hentai pode ser entendido como uma forma de ativar as fantasias sexuais dos consumidores.

Esta forma de abordar a sexualidade desvincula a afetividade e o sexo. A partir de uma perspectiva moral, esta abordagem favorece o vício ao sexo e estabelece uma banalização da sexualidade humana. Neste sentido, alguns estudos afirmam que o hentai favorece o aparecimento de traços perversos na personalidade.

O hentai pode ser entendido como uma manifestação puramente artística, sem qualquer tipo de conotação moral. Os fãs deste tipo de animação valorizam a qualidade dos desenhos, designer dos personagens, os efeitos visuais e a manipulação das cores.

O gênero hentai no contexto do mangá

A denominação mangá é bem generalizada e abrange todo tipo de gênero. O shounen é baseado na violência e está voltado para o público masculino. O shoujo é destinado aos adolescentes e sua temática é geralmente romântica. O kodomo é destinado ao público infantil, não tem conotação sexual e normalmente são abordadas histórias de crianças com seus animais de estimação. As histórias jidaimono focam os episódios ambientados na Idade Média, mais especificamente no Japão.

No caso do subgênero hentai, o mesmo está dirigido a um público adulto que busca conteúdos sexuais para entreter-se. Como se pode observar, o mangá tem um formato específico para cada tipo de consumidor.

Imagem: Fotolia. tsuneomp

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: