Verbos - Conceito, o que é, Significado

O verbo é um tipo de palavra que expressa uma ação realizada por alguém, um processo ou estado. Na oração “Minha amiga caminha devagar” temos o verbo caminhar como a ação da frase. Na oração “Logo amanhecerá”, o verbo amanhecer é um processo que indica que algo vai acontecer com o decorrer do tempo. Já na frase “Todos os primos estão contentes”, o verbo estar expressa o estado, ou seja, a situação que se encontra algo ou alguém.

Estrutura dos verbos

Todo verbo é formado por um lexema (raiz) e morfemas. O lexema conta com o conteúdo léxico do verbo e os morfemas com os conteúdos gramaticais. Dentro dos morfemas, há dois tipos: os sufixos e as desinências. Os primeiros são formados pelas chamadas formas não pessoais (infinitivo, gerúndio e particípio) e as desinências são os morfemas verbais formados pelas formas pessoais, ou seja, aquelas que indicam se estamos falando de uma pessoa especial, de um número, um tempo, um modo ou um aspecto.

O conjunto do lexema e dos diversos morfemas possíveis configuram as formas verbais de um verbo específico. Este conjunto de formas verbais é chamado de conjugação verbal.

Modos verbais

Em português existem quatro modos verbais: indicativo, subjuntivo, condicional e imperativo

O indicativo expressa o mundo real (por exemplo, tenho calor, sou brasileiro ou preciso aprender francês). O modo subjuntivo se refere às questões hipotéticas (por exemplo, se tivesse dinheiro, se fosse fácil ou se comprasse uma casa). O modo condicional é empregado para indicar as incertezas (por exemplo, trabalharia mais ou faria algo). E o modo imperativo permite dar ordens (por exemplo, faça isso ou coloque aquilo no lugar).

Tempos verbais

Cada modo verbal conta com diferentes tempos verbais e cada tempo indica quando se realiza determinada ação

No presente a ação é realizada no momento que se fala, no pretérito a ação se desenvolve no passado. No futuro a ação transcorre logicamente no futuro, por exemplo: “Ele comprará uma casa nova”. O condicional, em certas ocasiões, é considerado um tempo verbal e é aplicado em situações em que há algum tipo de condição, por exemplo: “Você poderia fazer um bolo para mim”.

Por último, os tempos verbais podem ser simples (com uma única forma verbal) ou compostos (um verbo auxiliar mais o verbo principal). Também podem ser divididos em perfeitos ou imperfeitos. E ainda deve-se levar em conta a diferença entre um tempo verbal e um tempo real, por exemplo, quando o presente tem valor de passado ou apresenta valor intemporal.

Imagens: Fotolia - Sergey Nivens / aletia2011

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: