Conceito » Saúde » Transtorno Dismórfico Corporal

Transtorno Dismórfico Corporal - Conceito, o que é, Significado

O transtorno dismórfico corporal é uma doença da esfera mental, na qual existe uma percepção alterada e uma preocupação excessiva pelo aspecto corporal, que muitas vezes pode estar distorcido.

Por que ocorre?

A imagem que cada pessoa faz sobre a aparência do seu corpo depende de uma grande quantidade de fatores.

Inicialmente nos deparamos com a percepção que a pessoa tem de si mesma. Isso é influenciado por crenças, pensamentos e diversas emoções que podem ser geradas em torno dessa percepção. Finalmente, é o comportamento ou a postura tomada que faz perceber o corpo e seus sentimentos.

Uma percepção negativa, acompanhada de sentimentos negativos, leva a um comportamento também negativo. Especialmente quando outro fator está associado à baixa autoestima. Isto se agrava quando os padrões de beleza ou fealdade se encontram distorcidos.

Muitas vezes, estes padrões resultam de imposições culturais que levam a um ideal, de fatores como peso corporal, cor da pele ou as exigências da moda. Estes ideais costumam ser mais determinantes para as mulheres.

O agravante é que estes fatores passam a ser impostos como mecanismos para conseguir maior aceitação e popularidade no entorno, da qual tem maior peso na adolescência.

A realização do ideal estabelecido pode levar ao desenvolvimento de uma conduta obsessiva frente a fatores como a alimentação, podendo ocasionar uma doença mental.

Como se manifesta o transtorno dismórfico corporal?

Esta condição leva ao desenvolvimento de uma conduta obsessiva baseada na crítica permanente do aspecto corporal, inclusive na ausência de um defeito ou de uma alteração que justifique tal crítica. Muitas vezes este comportamento é confundido com estados obsessivos ou mesmo com transtornos de personalidade.

Aqueles que sofrem com este transtorno geralmente passam muito tempo observando e criticando a si mesmos. As principais características criticadas são a aparência facial, a forma e o tamanho dos genitais, o peso corporal, os pelos e a cor da pele.

A insatisfação com o aspecto estético e a sensação de que são objeto de extrema fealdade faz com que estas pessoas sofram com tal condição e se isolem, evitando ser vistas por outras pessoas

Além disso, se submetem a dietas extremas, sessões prolongadas de bronzeamento e mudanças em sua aparência através de tratamentos estéticos ou até mesmo cirurgias que nunca são suficientes.

Em alguns casos, as mudanças efetuadas em busca de uma melhora no aspecto físico não só pioram, mas também levam a pessoa a desenvolver deformidades reais com as quais lhe conferem uma aparência monstruosa.

No caso do transtorno dismórfico corporal relacionado ao peso, a pessoa atinge uma magreza extrema junto de uma desnutrição buscando melhorar o aspecto estético. Esta conduta, além de ser ineficaz, já que não melhora a percepção que a pessoa tem de si mesmo, é muito perigosa. Várias estatísticas mostram que pode levar à morte até 6% daqueles que sofrem deste transtorno.

É uma condição que tem tratamento

Uma vez realizado o diagnóstico, é necessário implantar um tratamento a cargo de um médico psiquiatra e de uma equipe de profissionais em saúde mental, já que estas pessoas também merecem realizar psicoterapia.

Imagens Fotolia: Aleks Kend, Drawlab19

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: