Conceito » Saúde » Sistema Nervoso Central

Sistema Nervoso Central - Conceito, o que é, Significado

O sistema nervoso é dividido em duas grandes partes, o sistema nervoso central e o sistema nervoso periférico.

O sistema nervoso central é formado pelo encéfalo e pela medula espinhal. O encéfalo por sua vez constitui o cérebro, o cerebelo e o tronco cerebral. O sistema nervoso periférico é integrado pelos vários nervos periféricos que emergem ou atingem a medula espinhal e que são distribuídos por todo o organismo.

Todos os órgãos que formam o sistema nervoso central estão contidos em uma estrutura de proteção óssea formada pelo crânio e pelo canal da coluna vertebral, além disso, são revestidas por três membranas conhecidas como meninges, entre as quais cria um espaço chamado subaracnoide, que é o lugar onde circula o líquido cefalorraquidiano. Este fluido é formado por diversos elementos, principalmente proteínas, íons, glicose e células sanguíneas pertencentes ao sistema imune, cuja função é permitir a troca de diversas substâncias entre o sistema nervoso e o sangue, proporcionando inclusive amortecimento e proteção mecânica.

No sistema nervoso central podem ser distinguidos dois tipos de substância devido a sua coloração: a substância branca e a substância cinzenta. A substância cinzenta é formada pelos corpos dos neurônios, enquanto que a branca corresponde às extensões dos neurônios chamadas de fibras nervosas.

O que diferencia o ser humano do animal

O cérebro é o principal órgão do sistema nervoso, sua parte superficial ou córtex cerebral é o que diferencia o homem do resto dos animais. Nele, encontram-se as áreas que permitem a associação e integração das funções mentais superiores, da mesma forma que regulam outras funções como a capacidade motora, a sensibilidade e a percepção de informação proveniente dos órgãos da visão e da audição, a capacidade de falar e entender o que se escuta, a capacidade de realizar operações matemáticas, identificar a lateralidade e nossa capacidade de relacionamento, mais profundamente os sistemas relacionados às emoções, a memória, o controle hormonal, a regulação dos ritmos circadianos ou relógio biológico, a temperatura e o apetite.

As bases do cerebelo

O cerebelo é uma estrutura fundamentalmente relacionada à coordenação motora, postura e equilíbrio, está envolvida na precisão do movimento fino.

O tronco cerebral, também chamado tronco encefálico, é formado pelo mesencéfalo, pela ponte e o bulbo raquidiano, regula as funções autônomas ou involuntárias, permite o estado de consciência e é o local que integra uma série de reflexos das quais incluem a posição e a postura da cabeça com a posição dos olhos, também permite a passagem das vias tanto ascendentes como descendentes entre o cérebro e o cerebelo com a medula espinhal.

Nutrientes, oxigênio e precauções

O sistema nervoso central recebe os nutrientes e o oxigênio através de quatro artérias que alcançam após atravessar as perfurações do crânio. Na parte anterior estão as duas artérias carótidas internas, já na parte posterior se encontram as artérias vertebrais que formam um circuito conhecido como Polígono de Willis.

As artérias cerebrais podem ser a sede de doenças como arteriosclerose e aneurismas, estas que são as principais causas dos acidentes vasculares cerebrais e das hemorragias cerebrais, respectivamente. A circulação venosa do encéfalo é diferente do resto do corpo, ali existem veias e também cisternas por onde circula o sangue que volta para o coração, são conhecidas como seios venosos, uma vez que saem do crânio e passam para as veias do pescoço.

Imagem Fotolia: vasilisatsoy

Relacionados:

  1. Sistema Nervoso
  2. Pares Cranianos
  3. Neurologia
  4. Síndrome de Arnold-Chiari
  5. Sistema Linfático
  6. Neurociência
  7. Neurônio
  8. Sistema Circulatório
  9. Excreção
  10. Anestesia Peridural e Raquidiana