Conceito » Educação » Organologia Musical

Organologia Musical - Conceito, o que é, Significado

Os instrumentos musicais são agrupados e classificados de diferentes maneiras. A disciplina que estuda tudo o que está relacionado à classificação dos instrumentos é a Organologia, um ramo da música que está integrado em outra maior: a acústica.

Observando os conteúdos desta disciplina

- São estudados os princípios e fundamentos relacionados ao som musical (tipos de onda e sua relação com cada instrumento, os sistemas de afinação e o comportamento acústico em uma sala);

- São identificadas as qualidades dos diversos instrumentos (os mecanismos das vibrações, as diferentes frequências ou a identificação dos sons);

- São analisadas as formações instrumentais de acordo com suas características melódicas ou tímbricas;

- Estuda-se como diferenciar a audição dos instrumentos;

- São analisados os instrumentos em seu contexto histórico e cultural;

- São explicados os materiais empregados e sua relação com a qualidade do som;

- Estuda-se a formação das orquestras, tanto do ponto de vista técnico como histórico;

- São comparados os vários sistemas de classificação;

- São pesquisados os artefatos pré-históricos como antecedentes dos instrumentos musicais;

A classificação dos instrumentos ao longo da história

A primeira classificação rigorosa ocorreu no século XV, na Europa, com o propósito de organizar os conjuntos orquestrais. Neste sentido, os instrumentos foram divididos em quatro grupos: de corda, de sopro, de percussão e de todos não inclusos nas três primeiras categorias.

No século XIX foi uma introduzida uma nova classificação, a partir daí os instrumentos forma ordenados da seguinte maneira: cordofones (ocorre uma vibração das cordas); aerofones (os instrumentos vibram pelo vento); membranofones (a vibração afeta a uma membrana) e os autofones (neste caso, o que se vibra é o material do instrumento).

Tipos de instrumentos musicais

Existem três categorias principais: os instrumentos de corda, de sopro e percussão. Os primeiros produzem sons pela vibração de uma ou mais cordas, como é o caso do violão e do violino. Entre os de sopro, podemos destacar o saxofone, o fagote, o clarinete, a flauta e o oboé. Alguns dos instrumentos de percussão mais populares são as castanholas, as congas, a marimba, os címbalos e tambores.

Deve-se destacar que alguns instrumentos produzem sons sem nenhum tipo de corda, além de colunas de ar ou membranas. Estes instrumentos são conhecidos como idiofones e foram muito populares durante a Idade Média.

Imagem: Fotolia. Aris Suwanmalee

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: