Conceito » Educação » Guerra da Restauração

Guerra da Restauração - Conceito, o que é, Significado

Quando um país consegue alcançar a independência e a plena soberania de seu território, o mais comum é que a nova nação rompa os laços políticos com a nação dominante. Isso não foi o que aconteceu na Republicana, já que em 1860 os governantes dominicanos propuseram que a coroa espanhola tivesse novamente o poder.

A união à Espanha

Em 1860 Pedro Santana escreveu uma carta à rainha Isabel II propondo voltar a fazer parte da pátria-mãe. O propósito de Santana era alcançar a estabilidade nacional e proteger o território dominicano de possíveis interferências dos Estados Unidos.

Para que sua proposta não fosse impopular propôs uma série de condições: que não deveria haver nenhuma forma de escravidão, que o território dominicano se tornasse uma província espanhola e que a Espanha assumisse o papel moeda circulante.

As condições dos anexionistas foram aceitas pelo governo espanhol e as autoridades locais iniciaram uma campanha de propaganda para comunicar ao povo o novo domínio espanhol. Imediatamente Pedro Santana se tornou o novo governador da colônia.

O regresso à situação colonial teve várias consequências imediatas: a instauração do sistema jurídico espanhol, o predomínio social e político das elites espanholas, o agravamento do preconceito racial e um clima de intolerância religiosa.

No plano econômico as consequências foram igualmente negativas, uma vez que o comércio foi reduzido e a produção de matérias-primas decaiu notavelmente

O novo marco gerou o descontentamento das classes populares e rapidamente intensificou o sentimento patriótico. Os focos de resistência começaram a ser organizados em 1863 e desta maneira começou a Guerra da Restauração. Pouco a pouco os restauradores assumiram o controle de várias localidades dominicanas, onde contaram com o apoio econômico e militar da Venezuela e do Haiti.

Em 1864 o impulso dos restauradores conseguiu o controle de todo o território e finalmente em 1865 o governo espanhol decidiu abandonar o território dominicano (os custos econômicos da guerra eram bem elevados e, além disso, a guerra era muito impopular no conjunto da sociedade espanhola).

Consequências

Embora muitas cidades fossem destruídas e muitas colheitas desaparecessem, o orgulho nacional se estendeu por toda a República Dominicana.

Paralelamente, os habitantes de Cuba e Porto Rico - até então colônias espanholas - viram que seus anseios de independência eram viáveis e que os espanhóis poderiam ser derrotados. Por último, a atitude combativa dos restauradores fez com que os haitianos renunciassem à invasão armada.

Imagem: Fotolia. Rafal Cichawa

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: