Espécie Invasora - Conceito, o que é, Significado

Cada ecossistema é formado por um conjunto de espécies autóctones, ou seja, são animais ou plantas que vivem em harmonia em determinado ambiente. No entanto, quando uma espécie é introduzida em um ecossistema novo, é bem provável gerar um efeito invasivo.

Na terminologia científica, uma espécie invasora é denominada espécie alóctone. Este fenômeno tem um alcance planetário e pode manifestar-se em qualquer tipo de habitat natural.

As espécies invasoras sem inimigos naturais podem tornar-se pragas muito nocivas

Todos os ecossistemas precisam ser mantidos de maneira estável. Se por algum motivo uma espécie invasora é introduzida em um habitat, o equilíbrio natural fica enfraquecido e o ecossistema seriamente ameaçado.

O mexilhão-zebra é uma espécie originária do Mar Cáspio e do Mar Negro, onde seus inimigos naturais fazem com que a população desses animais se mantenha estável. No entanto, suas larvas podem aderir-se aos barcos e assim chegar a outros mares. Quando isso ocorre, há uma invasão de efeitos potencialmente prejudiciais para a nova área natural.

Alguns castores, por exemplo, os coypus, são nativos da América do Sul, mas foram introduzidos em outros ecossistemas do continente europeu. Este animal é prejudicial para o equilíbrio da vegetação aquática das marismas, uma vez que impede o desenvolvimento da planta de caniço (esta planta é fundamental para a proteção de algumas aves migratórias).

Os colonizadores europeus introduziram espécies exóticas no continente americano. Assim, ratos, lebres e coelhos foram introduzidos em alguns ecossistemas e ainda sofrem as consequências

Por exemplo, as cabras introduzidas na ilha de Juan Fernández, no Chile, provêm de uma raça doméstica europeia introduzida na ilha, no século XV, com o propósito de alimentar os navegantes (estes animais alteraram a vegetação autóctone deste lugar).

Os exemplos mencionados nos fazem lembrar que qualquer animal exótico sem inimigos naturais pode alterar o equilíbrio de um ecossistema. Na maioria das vezes, a introdução de um ser vivo em um novo habitat é realizada por desconhecimento, por vezes de maneira intencional e às vezes acidentalmente.

De qualquer forma, este tipo de comportamento é imprudente e muito prejudicial.

Principais consequências

O fenômeno da invasão traz diversas consequências, como a alteração do ambiente, novos mecanismos de competição com as espécies autóctones ou possíveis invasões das infraestruturas de canalização da água.

Basicamente gera um desastre ecológico e econômico. Os danos deste fenômeno afetam as fazendas, as plantações, as reservas naturais e as atividades florestais.

Imagem: Fotolia. Jccain

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: