Conceito » Ecología » Ecotoxicologia

Ecotoxicologia - Conceito, o que é, Significado

Segundo a OMS, a toxicologia é a disciplina que estuda os agentes químicos e físicos que danificam ou podem danificar os sistemas biológicos. Este ramo do conhecimento surgiu no século XIX ao observar a relação existente entre certas atividades de trabalho e a exposição a algumas substâncias nocivas. Com o passar do tempo, a toxicologia se projetou ao meio ambiente e surgiu um ramo específico, a ecotoxicologia.

O próprio termo nos diz qual é o seu significado, uma vez que é formado por três elementos: eco que equivale a ecossistema; tóxico que provém do latim toxicum e significa veneno; e logia que vem de logos e quer dizer conhecimento.

Princípios gerais

Aqueles que se dedicam à ecotoxicologia estudam a contaminação ambiental em todas as suas dimensões: sua origem, sua evolução e seus efeitos sobre os ecossistemas.

Neste ramo da toxicologia, entende-se que um ecossistema é como um organismo vivo e, consequentemente, é necessário identificar as substâncias nocivas nas cadeias tróficas e conhecer seus efeitos sobre os seres vivos.

Os organismos vivos são elementos fundamentais para avaliar a qualidade ambiental, pois todo ser vivo está exposto às mudanças que ocorrem no meio ambiente.

O efeito prejudicial de um composto tóxico em um organismo depende de vários fatores: a capacidade de gerar um efeito nocivo e o grau da exposição

As substâncias tóxicas têm seus próprios mecanismos de mobilidade e, portanto, os profissionais desta disciplina analisam a origem e o destino destas substâncias. Deve-se destacar que alguns tóxicos se degradam de maneira espontânea, mas outros acabam no subsolo, na água ou diretamente nos seres vivos.

Certas moléculas químicas sintetizadas em laboratórios são liberadas ao meio ambiente

As substâncias tóxicas empregadas nos cultivos para o controle de pragas têm efeitos sobre a saúde humana. Um dos elementos mais prejudiciais são os ftalatos, compostos usados para manter a flexibilidade dos recipientes de plástico.

Os tóxicos acumuladas no meio ambiente estão diretamente relacionadas a todo tipo de doenças: alergias, câncer, infertilidade masculina, problemas respiratórios, etc. Em algumas pesquisas realizadas através do sangue de recém-nascidos foram encontradas substâncias muito contaminantes, como metais pesados ou pesticidas. Nos estudos sobre a fertilidade masculina foi encontrada uma relação direta entre as substâncias tóxicas do meio ambiente e a redução da quantidade de espermatozoides.

Imagem Fotolia: Chudakov, goccedicolore

Relacionados:

  1. Deletério
  2. Toxicologia
  3. Biótopo
  4. Ecossistema
  5. Toxicodinâmica
  6. Higiene Analítica
  7. Toxicidade
  8. Ecologia
  9. Etimologia
  10. Contaminação Ambiental