Conceito » Ciência » Espécie

Espécie - Conceito, o que é, Significado

EspecieDentro das informações que aparecem nos meios de comunicação é comum encontrarmos os termos “espécie endêmica”, “espécie invasora” ou “espécie em perigo de extinção”. Esta diversidade de conceitos nos sugere a necessidade de esclarecer o real significado da palavra espécie.

Um termo que serve para classificar os seres vivos

A biologia necessita um sistema conceitual para classificar a diversidade dos seres vivos. O termo espécie é um conceito que a biologia usa para agrupar os indivíduos em função de seu aspecto. Porém, as semelhanças físicas específicas de dois indivíduos não são suficientes para considerá-los da mesma espécie. Fala-se de espécie quando dois indivíduos vivos e diferentes podem reproduzir-se entre si.

Como regra geral, os indivíduos que formam uma espécie compartilham formas e funções vitais praticamente idênticas.

A primeira classificação de espécies foi realizada por Aristóteles, no século IV a.C. e também no século XVIII, assim o naturalista sueco Linneo introduziu um sistema de classificação que ainda permanece em vigência. Seu modelo de classificação é conhecido como sistema binomial. Consiste em definir uma espécie combinando dois elementos: o genérico e o individual de cada ser vivo. Os dois aspectos formam o nome científico de um ser, por exemplo, os humanos são da espécie homo sapiens porque pertencem à família dos hominídeos, mas formam um grupo específico, os sapiens. Esta denominação binária é universal e permite que a comunidade científica possa entender utilizando uma definição única. A nomenclatura empregada às espécies é aplicada a qualquer ser vivo (animais, plantas, bactérias e vírus).

Por último, deve-se destacar que o conceito geral de espécie pode ser subdividido. Desta maneira, as subespécies são grupos de indivíduos que pertencem a uma espécie comum, mas que apresentam algumas particularidades, por exemplo, o tigre pertence à espécie Pantera tigris, mas há também outras espécies como o Tigre de Bengala, o Tigre Malaio e o Tigre Siberiano.

A teoria das espécies

Embora Linneo tenha contribuído com um modelo para classificar as espécies, a teoria sobre seu desenvolvimento foi disponibilizada pelo naturalista Charles Darwin, no século XIX. O fundamento de sua teoria pode ser resumido da seguinte forma: as populações dos seres vivos vão evoluindo ao longo das gerações e a diversidade de espécies aparece como um processo de seleção natural.

A natureza seleciona os traços físicos mais úteis para a adaptação de um indivíduo e as mutações individuais que conseguem adaptar-se ao ambiente são as que finalmente acabam se impondo entre os membros de uma espécie.

Imagem: iStock, srLeonidas

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: