Conceito » Economia » Empresa Aérea Low Cost

Empresa Aérea Low Cost - Conceito, o que é, Significado

As companhias aéreas convencionais têm mantido os níveis de preços normalmente elevados. No entanto, nos últimos anos, surgiram novas empresas que vendem passagens a preços muito baixos. Estas novas companhias aéreas são conhecidos com aerolíneas low cost, também chamadas de aerolíneas de baixo custo.

Por que o preço das passagens é tão baixo?

Estas companhias tem que respeitar as normas de navegação área como qualquer outra. Apesar disso, as aerolíneas low cost têm uma estratégia comercial específica.

Em primeiro lugar, a venda de passagens se baseia pelo grande volume de passageiros, permitindo uma redução nestes preços. Em segundo lugar, operam com aeroportos alternativos ou secundários e com despesas menores.

Por outro lado, os serviços oferecidos pelas companhias low cost são muito básicos, pois vendem uma passagem e o passageiro não pode transportar bagagens com um peso elevado, nem escolher seu assento ou então comer durante o voo.

Em poucas palavras, o preço da passagem não está associado aos serviços tradicionais que incluem as companhias aéreas convencionais. Assim, os serviços extras de baixo custo devem ser pagos com um complemento adicional. Todas estas medidas visam a redução de custos e isso é o que permite os preços das passagens tão baratos.

A questão da segurança

O preço muito reduzido destas companhias tem provocado várias polêmicas. Uma delas está relacionada à segurança. A redução de gastos em alimentos, na bagagem ou em uma série de comodidades não tem nenhuma relação com as questões de segurança aérea. Apesar disso, parte da economia vem dos salários mais baixos pagos aos pilotos destas empresas. Este aspecto cria certo mal-estar, pois normalmente um salário baixo está ligado a um profissional menos eficiente. Por este motivo, há especialistas que afirmam que a estratégia low cost envolve um risco maior para a segurança dos passageiros.

O fenômeno low cost

O fenômeno low cost vai além do setor das aerolíneas. Na verdade, as políticas de preço baixo acontecem em todas as áreas.

Como todos os fenômenos sociais e econômicos têm seus partidários e críticos. Uma parte dos consumidores avalia positivamente que haja um serviço de preços econômicos.

Em compensação, a intenção da low cost é recusada por alguns com todo tipo de argumentos: a precariedade do serviço para os trabalhadores, as estratégias comerciais enganosas para captar clientes ou a suspeita de que o barato pode ser de má qualidade.

Imagem: Fotolia. niyazz

Relacionados:

  1. Companhia Aérea de Bandeira
  2. Concorrência
  3. Deflação
  4. Cyber Monday
  5. Bens de Troca
  6. Empresa Multinacional
  7. Lucro
  8. Balé
  9. Papelaria
  10. Montblanc