Conceito » Economia » Contabilidade Geral

Contabilidade Geral - Conceito, o que é, Significado

Qualquer empresa ou organização precisa incorporar um sistema de contabilidade para assumir o controle total sobre o conjunto de atividades econômicas e financeiras. Neste sentido, tudo o que se refere a uma dimensão econômica de uma empresa tem um impacto contábil.

Ideais e princípios básicos da Contabilidade Geral

A contabilidade informa sobre a situação atual de uma empresa, sua evolução anual ou histórica e as previsões para o futuro. Em outras palavras, as empresas estão constantemente mudando e a contabilidade é uma ferramenta para explicar essa mudança.

A Contabilidade está destinada a qualquer um que mantém relações comerciais ou trabalhistas com a empresa, por exemplo, com a direção da entidade, os funcionários, o estado através do ministério da fazenda, além dos credores e fornecedores.

Para que a informação seja tratada como útil é necessário o uso de um sistema unificado, também conhecido como plano geral de contabilidade. Este plano afeta particularmente as relações externas de uma entidade, uma vez que cada empresa tem uma contabilidade interna, também conhecida como contabilidade analítica ou de custos.

As principais contas da Contabilidade Geral

Resumidamente, pode-se dizer que há quatro grupos gerais de contas contábeis:

1) uma de ativo;

2) uma de lucros e perdas;

3) uma de passivo;

4) uma de patrimônio líquido.

Entre as que formam o primeiro grupo estão as contas de ativo não circulante, ou seja, um conjunto de elementos que uma empresa compra e se mantém na empresa em longo prazo (o principal ativo não corrente é o imobilizado, que pode ser imaterial como uma patente ou material como as máquinas). Também estão as contas de ativo circulante que se referem ao que a empresa adquiriu com o objetivo de vender em curto prazo, assim como o dinheiro depositado em banco.

A demonstração de resultados se refere às receitas e despesas de funcionamento da empresa. Entre as despesas, devem-se incluir os gastos pessoais, aluguel, impostos, compra de material para atender os créditos solicitados ao banco ou ao fornecimento elétrico. Obviamente, as receitas se referem às vendas de produtos ou serviços.

As contas de passivo se referem ao conjunto de dívidas que uma empresa para colocar em prática novos projetos. Portanto, estas contas indicam as dívidas que são contraídas com outras pessoas ou entidades.

As contas de patrimônio líquido se referem ao dinheiro com a qual a empresa iniciou sua atividade econômica, bem como o dinheiro que a empresa foi capaz de gerar por si só.

Imagem: Fotolia. yudasuwandana

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: