CSC do Cartão - Conceito, o que é, Significado

Os cartões de crédito e débito que usamos para fazer compras têm revolucionado o consumo em todo o planeta. Um dos aspectos mais importantes destes dispositivos de plásticos é a segurança. As siglas CSC se referem ao código de segurança incorporado em todos os cartões. Este código está formado por três ou quatro dígitos dependendo do tipo de cartão, assim como sua localização exata também varia em relação a cada entidade emitente.

Logicamente, o código CSC tem como finalidade a prevenção da fraude.

Dados relevantes sobre o CSC

Este código numérico de segurança é também conhecido pelas siglas CVC, CID ou CVV. Independentemente das siglas utilizadas, trata-se de um número impresso que normalmente se encontra nem espaço reservado junto à assinatura do usuário.

Ao contrário do número do cartão, este número de identificação não se encontra em relevo. Por outro lado, o código CSC não fica registrado em nenhuma operação.

O usuário emprega este código em certas operações como uma medida de segurança complementar, especialmente nas operações online. Deve-se destacar que este código de identificação é solicitado para reconfirmar a identidade da pessoa que realiza a operação.

Recomendações para evitar possíveis fraudes

Embora os cartões disponham de um chip, uma barra magnética, hologramas e várias numerações de segurança, os usuários devem adotar certas medidas preventivas para garantir sua segurança. Assim, para que o titular de um cartão não seja vítima de fraude, recomenda-se que a numeração do CSC não seja fornecida de maneira nenhuma (como critério geral, outros dados do cartão são solicitados como senha e a data de validade). Por outro lado, é aconselhável assinar o cartão, pois desta maneira se confirma sua autenticidade e dificulta qualquer tipo de falsificação ou fraude.

Quando o usuário recebe seu cartão do banco, deve verificar se o envelope se encontra perfeitamente fechado e se cumpre com as medidas de proteção necessárias. É de extrema importância memorizar o número secreto e não escrevê-lo em qualquer lugar.

Em caso de roubo ou extravio, deve-se entrar em contato imediatamente com a agência emissora. Por último, é conveniente verificar a data de validade do cartão e não fornecer a chave secreta a ninguém.

As medidas de precaução mencionadas acima são necessárias, uma vez que a possibilidade de clonar um cartão ou realizar algum tipo de fraude é uma realidade cada vez mais comum.

Imagem: Fotolia. dodes11

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: