Conceito » Tecnologia » Cartões Secure Digital (SD / miniSD / microSD)

Cartões Secure Digital (SD / miniSD / microSD) - Conceito, o que é, Significado

São os melhores no que se refere ao armazenamento nas câmeras de fotos digitais e smartphones, utilizamos todos esses cartões, mas o que exatamente temos em nossas mãos?

Os cartões Secure Digital são fruto da evolução das MMC (MultiMediaCard) como formato padronizado para o armazenamento e compartilhamento das informações em forma eletrônica.

São cartões planos e de forma retangular, mas com um dos ângulos inclinados, dos quais existem três medidas: SD, miniSD e microSD, do maior para o menor, sendo o SD o mais popular (por ser o primeiro e ainda utilizado em grande parte pelas câmeras fotográficas) e o microSD (para seu uso estendido no campo dos smartphones).

Os três formatos dependem da Associação de Cartões SD (SD Card Association), uma entidade que agrupa atualmente cerca de 400 empresas e que foi fundada pelas três companhias que criaram este padrão: Panasonic, Toshiba e SanDisk.

Existem quatro tipos diferenciados de cartões, segundo características como a velocidade de acesso aos dados fornecidos

- O primeiro desse tipo é o SDSC, que é o formato original (na verdade, seu nome significa Secure Digital Standard Capacity) e que proporciona uma velocidade de barramento de 12,5 MB/s.

- A próxima evolução destes cartões foi o SDHC (Secure Digital High Capacity), que constitui a versão 2.0 do padrão anunciada em Janeiro de 2006, da qual supera o limite de 2 GB por cartão, podendo chegar até 32 GB, mesmo que o formato seja idêntico ao SD original tanto em termos físicos como elétricos, assim como os leitores compatíveis aceitam o SDSC sem problemas, como em todas as gerações posteriores. Também duplicam a velocidade, chegando aos 25 MB / s.

- O SDXC (Secure Digital Extended Capacity) permite superar a limitação de 32 GB presente nos cartões SDHC, com um limite máximo de 2 Terabytes a uma velocidade de 25 MB / s, idêntica à oferecida pelos cartões SDHC. Este formato foi apresentado em Janeiro de 2009 e está definido na versão 3 do padrão de cartão SD, sendo o primeiro a adotar o formato de arquivo exFAT em substituição ao FAT, algo que será falado mais a frente. Neste caso, a velocidade volta a aumentar, oscilando entre 50 e 104 MB / s. A versão 4 do padrão permite aumentar esta velocidade até 312 MB / s graças ao uso de duas linhas de comunicação.

- Os cartões SDIO (Secure Digital Input / Output) permitem conectar um periférico através de uma ranhura do cartão SD. Trata-se de um formato pensado para seu uso em PDAs, computadores portáteis ou dispositivos com pouca capacidade de expansão, para a conexão de periféricos como câmeras, receptores de comunicação de algum tipo (GPS, TV) ou placas de rede. Por um lado, o cartão é exatamente igual a qualquer SD de dados, por outro lado, tem a funcionalidade do periférico que o integra.

Normalmente, para garantir a compatibilidade com todos os sistemas operacionais e dispositivos, o sistema de arquivos adotado por estes cartões é o exFAT, que é uma variante do FAT para dispositivos de grande quantidade de armazenamento, pois supera as limitações de direcionamento do FAT tradicional .

Na hora de adquirir um cartão de memória (seja qualquer tipo de SD ou outros), deve-se levar em conta a velocidade que podem ler e gravar dados, já que normalmente sua função é servir como meio de armazenamento para aplicativos de gravação de conteúdo multimídia, como no caso das câmeras de foto / vídeo, ou dos microSD dos smartphones

No caso dos três tipos de cartões SD, a velocidade vem indicada pela "classe" do cartão, que é um número que nos indica em MB / s (Megabytes por segundo) a velocidade mínima de gravação sequencial.

Assim, uma placa de classe 2 tem a garantia de gravar pelo menos 2 MB / s, enquanto que uma placa de classe 4 tem a garantia de gravar como mínimo 4 MB / s.

Naturalmente, quanto maior o número, melhor o rendimento que nos proporciona seu cartão SD em nossos dispositivos, mas também é necessário um slot (ranhura em inglês) para aproveitar sua velocidade.

Imagens Fotolia: Konstiantyn Zapylaie, Jamila

Relacionados:

  1. DCIM, DSC, IMG (arquivos)
  2. CSC do Cartão
  3. Formato
  4. Biometria
  5. Formatos Imagem: GIF, JPEG, PNG, RAW, BMP
  6. Ordem de Pagamento
  7. Trapezoide
  8. Arquivo
  9. Geometria Espacial
  10. Datiloscopia