Confiança - Conceito, o que é, Significado

Acreditar que algo é de tal maneira ou que alguém vai se comportar de um modo ou outro. A confiança é uma das qualidades dos seres vivos que significa acreditar e ter confiança de determinada situação, ou então que uma pessoa vai agir de certa forma. A confiança envolve a segurança de si e do próximo, já que significa que a crença de certos resultados ou consequências são alcançadas em determinadas situações. A confiança está relacionada com a sensação de olhar a uma ação futura que ainda não aconteceu e ainda não tem uma certeza empírica.

A confiança observada nos animais e nos seres humanos

Embora no caso dos animais a confiança não apareça como algo consciente, mas sim instintiva, nos seres humanos a confiança pode ocorrer de maneira consciente e voluntária diante da presença de elementos, experiências ou situações que variam em cada indivíduo. A confiança envolve certo trabalho e esforço, uma vez que, ao estar consciente, o homem precisa ter segurança do que vai acontecer.

Em quem devemos confiar?

Geralmente, tendemos em confia naqueles que demonstram bondade, habilidade e lealdade, portanto, não devemos confiar em tudo ou em alguém que não se mostre desta maneira, ainda mais quando nos trazem dúvidas, desconfiança ou traição.

Enquanto isso, esta crença que desenvolvemos está geralmente baseada na presunção de acontecimentos anteriores, isto é, de fatos que aconteceram anteriormente e das quais essa pessoa, por exemplo, teve um desempenho correto e positivo que deve permanecer no futuro.

Cuidado com a confiança cega

No entanto, é importante enfatizarmos que apesar de certos acontecimentos ou pessoas que nos trazem confiança, nunca devemos relaxar neste sentido porque às vezes o excesso de confiança em algo, alguém ou até mesmo em si próprio pode levar à decepção.

Vamos pensar na confiança que às vezes depositamos em nós mesmos na hora de realizar determinada atividade; isso faz com que não nos prepararemos adequadamente como deveria e nos sintamos já vencedores. Porém, de repente, alguém pode se preparar mais e terminara nos superando. Neste ponto devemos ter cuidado absoluto. É certo confiarmos no que vamos fazer, mas devemos sempre estar atentos e preparados com o que pode ocorrer.

O mesmo acontece com os outros, às vezes confiamos muito em amigos, na família, nos colegas de trabalho, entre outros; de repente esta pessoa se decepciona e faz algo que nos machuca muito. Esta atitude é conhecida popularmente como quebra de confiança. Deve-se dizer que é bem comum de acontecer, por isso devemos estar sempre atentos, ao menos que haja certeza absoluta. Não se deve dar um cheque em branco a ninguém.

A noção de confiança pode ser utilizada em termos individuais, bem como em termos sociológicos.

Isto é assim porque a confiança pode aparecer em cada indivíduo de forma diferente, em alguns de maneira mais evidente que em outros. A presença de elevados níveis de confiança que um indivíduo pode ter sobre si faz com que essa pessoa chegue mais fácil a seus objetivos que uma pessoa que não tem autoconfiança e sem dúvida sobre suas capacidades. O desenvolvimento do nível adequado de confiança em um indivíduo está claramente ligado a uma série de fenômenos, tais como as experiências vividas, o contexto da criação, a personalidade, o ambiente que o rodeia, etc.

No entanto, o termo confiança também se aplica em nível social, pois este adjetivo é uma virtude que o ser humano estabelece não só a si mesmo, mas também sobre os outros e implica uma grande familiaridade no trato interpessoal. Assim, a confiança em colegas e no cônjuge é um dos elementos mais básicos e importantes para o desenvolvimento de um nível de convivência adequado.

Intimidade e familiaridade

Por outro lado, a palavra confiança é muito utilizada em nossa língua como sinônimo de familiaridade e intimidade com outras pessoas. Quando há uma ligação amistosa e profunda entre as pessoas, costuma haver confiança entre as partes, assim, não há problema em compartilhar momentos íntimos, domésticos ou expor certas situações que em público não seriam conhecidas.

Imagem: Fotolia. CurvaBezier

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: