Racionalismo - Conceito, o que é, Significado

O termo racionalismo se refere a uma corrente filosófica que destaca a preponderância da razão no que se diz respeito à busca pela verdade. De fato, embora não exista um antagonismo, o racionalista prefere usar razão que os sentidos como meio de determinação das realidades. Esta tendência tem uma herança desde a antiguidade e se intensificou em certos momentos da história. No entanto, como acontece com qualquer avaliação excessivamente tendenciosa, há também críticos de renome no campo da filosofia. O racionalismo tem uma boa influência no desenvolvimento do método cientifico utilizado no campo de pesquisa.

Um dos primeiros personagens a dar supremacia da razão sobre os sentidos foi o filósofo grego Sócrates. Assim, nos diálogos de Platão pode ser visto um dos primeiros expoentes do racionalismo. Para o filósofo, a realidade era definida pelo mundo das ideias, sendo a experiência material um simples reflexo de imperfeição. Na Alegoria da Caverna este enunciado pode ser entendido; desta forma, no interior da caverna permanecem seres humanos, onde são projetadas sombras de outros homens que, além do muro, mantêm acesa uma fogueira. Esta visão deformada e limitada é a visão que o homem tem da realidade sobre os sentidos. O outro mundo, o real, é o constituído por ideias.

Com o advento do cristianismo, muitos dos enunciados do racionalismo foram deixados de lado. O certo é que para Aristóteles, a razão sempre teve um enorme crédito na teologia cristã, embora o racionalismo como corrente filosófica atribua um exagero a esta ênfase.

O filósofo racionalista por excelência é Descartes que com sua célebre frase resumiu em grande parte esta posição. “Penso, logo existo” é uma afirmação que explica a necessidade de estabelecer na existência a possibilidade de raciocinar. Assim, pode-se dizer que a capacidade de pensar é o mais sólido sobre o que se pode sustentar a verdade da afirmação. Este tipo de atitude foi amplamente criticado por Kant, embora desse grande importância à razão e a considerasse inseparável do testemunho dos sentidos.

O racionalismo teve grande influência na evolução das ciências ao influenciar notoriamente a confecção do método científico, sobretudo no que se diz respeito à estrutura lógica que possui. Assim, nunca uma teoria pode ser verificada apesar de ser sempre confirmada pela incapacidade de poder deduzir de enunciados particulares um enunciado geral.

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: