Valores Universais - Conceito, o que é, Significado

O conceito valores universais se enquadra dentro da dimensão moral do ser humano. Estes valores se referem à liberdade, justiça generosidade, amor, paz, solidariedade e honestidade, conceitos que estão presentes em todas as tradições culturais.

Estes conceitos têm sentido pelo que valem. Assim, costuma-se dizer que algo é valioso porque é considerado bom. Portanto, os valores não existem propriamente (não existe a liberdade em nenhum lugar nem em outro valor), mas têm determinado valor.

O que entendemos por valores universais?

Os valores morais podem ser entendidos através da subjetividade individual, em relação à determinada cultura ou como ideias universais.

Uma pessoa pode entender um valor (por exemplo, a liberdade) partindo de sua experiência pessoal. Esse mesmo valor pode ser compreendido através de uma visão mutável, por exemplo, a ideia de liberdade para os gregos da antiguidade, a liberdade para o homem do Renascimento ou para o homem contemporâneo.

Outra perspectiva consiste em entender a liberdade como uma ideia universal e, portanto, apesar dos critérios individuais ou das circunstâncias históricas, a liberdade é um valor universal, na verdade, está sendo refletida há mais de 2000 anos. Esta visão estabelece o entendimento da liberdade ou de qualquer outro valor como uma referência constante que de uma maneira ou outra está sempre presente no ser humano.

A polêmica sobre os valores universais

A ética é a disciplina que analisa o comportamento moral do indivíduo. Alguns filósofos afirmam que não se pode falar de certos valores universais, pois acreditam que estes supostos valores podem mudar, aliás, são ideias criadas pelo mundo ocidental e não por todas as tradições culturais. Esta concepção é relativa e segundo ela cada tradição cultural entende os valores de acordo com suas próprias coordenas culturais.

Em compensação, outros filósofos reivindicam a presença de certos valores universais, pois se diz que algo é bom por considerar esta ideia como universal, ou seja, é bom não só para si mesmo, mas não toda a humanidade também.

Um claro exemplo de valores universais pode ser encontrado na Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, um documento que pretende ser válido ao conjunto da humanidade e, portanto, com uma dimensão global e universal.

Imagem: Fotolia. hibrida13

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: