Conceito » Religião » Massacre dos Inocentes

Massacre dos Inocentes - Conceito, o que é, Significado

Nos relatos das Escrituras Sagradas há uma dimensão dupla. Servem como referência para explicar os princípios da fé e, ao mesmo tempo, permite conhecer a tradição cultural judaica e cristã.

No relato bíblico da Massacre dos Inocentes encontramos a origem remota de uma das celebrações mais populares nos países católicos, os ilustres inocentados de 28 de dezembro.

As referências bíblicas da Massacre se encontram no Novo Testamento, mais especificamente no Evangelho de São Mateus

Na época do rei Herodes, espalhou-se a notícia que um novo Messias havia nascido na cidade de Belém e que alguns magos do Oriente se dirigiam ao seu encontro para venerá-lo. Diante da inesperada notícia, Herodes mandou matar todas as crianças menores de dois anos que se encontravam em Belém, pois a chegada de um messias significaria a aparição de um novo rei para os judeus.

Entretanto, através de um sonho, José foi avisado por um anjo para fugir do Egito com seu filho Jesus e sua esposa Maria com o fim de salvar a vida do recém-nascido.

A Massacre dos Inocentes está repleta de mistério

Como muitos outros episódios inclusos na Bíblia, alguns historiadores expressam suas dúvidas sobre a autenticidade dos fatos descritos. Em primeiro lugar, além das referências no Novo Testamento, não existe nenhuma prova que demonstre a existência de uma matança de crianças na cidade de Belém.

Em contrapartida, outros especialistas afirmam que foi o historiador judeu Flávio Josefo quem realmente criou a lenda do rei Herodes como assassino de crianças com o fim de apresentá-lo como um personagem cruel e desumano.

Alguns estudiosos afirmam que o relato de Mateus sobre a matança das crianças deve ser interpretado a partir de uma perspectiva teológica, mas não necessariamente histórica. Logicamente, para a Igreja Católica, as palavras do evangelista Mateus correspondem à verdade dos fatos (para a Igreja Católica não faz sentido os evangelistas pretenderem falsificar a verdadeira história).

A origem dos inocentes é diferente nos países católicos e protestantes

Tanto na Espanha como na América Latina, 28 de dezembro é uma data única, pois durante todo este dia é costume fazer brincadeiras e piadas com seus amigos e conhecidos. Estas piadas são popularmente conhecidas como inocentes. O Dia dos Inocentes é na verdade uma lembrança de um episódio cruel e sanguinário: a Massacre dos Inocentes, descrita no Novo Testamento.

No mundo anglo-saxão, o dia dos inocentes ocorre em 1º de abril e é conhecido como "O dia dos loucos" (a expressão exata em inglês é April Fools’ Day). Na França recebe outra denominação, el poisson d'avril.

De qualquer forma, esta tradição se remete ao século XVI quando o Papa Gregório XIII renovou o calendário e algumas pessoas não se deram conta. Aqueles que continuaram utilizando o calendário antigo eram conhecidos como "loucos de abril", ou seja, pessoas que vivem na ignorância e, portanto, atuam de maneira inocente.

Imagem: Fotolia. Renata Sedmákova

Relacionados:

  1. Epifania
  2. Hosana
  3. Reina-Valera
  4. Evangelho de Tomé
  5. Cristologia
  6. Massacre de Nanquim
  7. Torre de Babel
  8. Messiânico
  9. Sagrada Família
  10. Gnosticismo