Conceito » Direito » Marginalização

Marginalização - Conceito, o que é, Significado

Todo indivíduo ou grupo que não está integrado a um modelo social estabelecido se encontra em situação de marginalização, sendo este termo também conhecido como exclusão social. Como regra geral, as pessoas que se encontram diante de uma situação como esta tem algum problema: uma doença mental, uma deficiência, uma dependência física ou psicológica a uma substância aditiva ou falta de emprego.

Em alguns casos, a não inclusão no conjunto da sociedade está relacionada à discriminação, seja por motivos étnicos, religiosos ou de qualquer outra índole.

A marginalização apresenta muitas faces e se trata de um fenômeno que atinge tanto os países pobres como os mais desenvolvidos.

O fator econômico

Embora a exclusão social seja um fenômeno complexo, na maioria das vezes está relacionada ao fator econômico. Uma pessoa sem trabalho e sem nenhum tipo de apoio familiar ou institucional está condenada à marginalização.

A falta de renda desencadeia um acúmulo de adversidades e limitações de todo tipo, já que sem dinheiro não é possível pagar por uma moradia, comprar alimentos e cobrir as necessidades básicas. Quem é vítima de exclusão costuma ter outros problemas associados: isolamento social, angústia e desespero.

Nos países de primeiro mundo, as vítimas de marginalização contam com serviços sociais que lhes proporcionam alguma ajuda básica, mas nos países subdesenvolvidos as instituições não dispõem de recursos necessários para enfrentar este fenômeno.

A desigualdade social pode ser corrigida com medidas que promovam a igualdade de oportunidades

Em toda situação de exclusão social há alguma forma de desigualdade. As pessoas deficientes e que não conseguem um emprego normalmente são discriminadas e isso faz com que elas não se integrem ao conjunto da sociedade.

Algo parecido acontece com outros coletivos: os menores que são obrigados a abandonar a escola, os adultos que por causa da idade não conseguem ter acesso ao mercado de trabalho e os idosos que têm dificuldade para realizar as tarefas simples do dia a dia.

Para aliviar ou amenizar estes desequilíbrios, é possível ativar medidas que promovam a igualdade de oportunidades. Algumas delas são as seguintes:

1) promover a acessibilidade universal para que as limitações físicas não envolvam uma circunstância discriminativa;

2) incentivar a contratação de pessoas com mais de 45 anos para trabalhar;

3) combater o abandono escolar;

4) adotar medidas para que as mulheres possam conciliar seu trabalho com a maternidade.

Imagem: Fotolia. ChiccoDodiFC

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: