Conceito » Religião » Jugo Desigual

Jugo Desigual - Conceito, o que é, Significado

Na segunda carta aos Coríntios, o apóstolo Paulo utiliza o símbolo do jugo para recordar que a união entre os seres humanos deve ser igual para ser frutífera. Nesta passagem bíblica, não é aconselhável que duas pessoas de crenças religiosas diferentes se unam em matrimônio, uma vez que a mentalidade de ambos não se complementa.

A mensagem de Paulo não se refere exclusivamente ao casamento, mas a qualquer vínculo entre pessoas de diferentes religiões

Desta maneira, o conselho da Bíblia de não unir-se em jugo desigual é uma forma de lembrar que os cristãos (na época dos judeus) não se devem deixar contaminar ou influenciar pelos não cristãos ou infiéis.

Deve-se ressaltar que a carta onde aparece a afirmação "Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis” foi dirigida aos Coríntios e esta comunidade se caracterizava pelas uniões mistas entre judeus e gentis. Esta mistura de crenças religiosas geralmente levava a falsas doutrinas e práticas idólatras.

Uma referência ao esforço e trabalho mútuo em conformidade

Tecnicamente o jugo é uma peça feita de madeira utilizada para unir dois bois, para que andem no mesmo compasso enquanto puxam um arado ou uma carroça. Na atividade agrícola tradicional o jugo precisa de dois animais com força similar e que trabalhem em conformidade, caso contrário o arado da terra seria desigual.

Na tradição católica, a referência ao jugo desigual geralmente é utilizada para sugerir que os católicos não se relacionem ou se casem com aqueles que professam outras crenças cristãs, como a evangélica ou a protestante.

Um ensino que vai além da questão religiosa

Quando duas pessoas se unem em um projeto de negócio, criam uma equipe de trabalho e ambas devem agir de forma coordenada e complementar. Se a relação entre ambos é desigual em algum sentido, por exemplo, um trapaceiro associado a um homem justo, é bem provável que haja problemas entre os dois.

As palavras de Paulo dirigidas aos Coríntios incorporam um ensino que pode ser útil em qualquer contexto, pois não é aconselhável estabelecer laços de união entre pessoas com interesses e valores opostos.

Expressões bíblicas de uso comum

Na linguagem cotidiana, seguimos utilizando conceitos e expressões cuja origem se encontra na Bíblia. Quando uma pessoa chora amarguradamente, costuma-se dizer que ela chora como uma Madalena; quando fazemos referência a um traidor lhe consideramos como um Judas e quando alguém passa por mau momento em sua vida afirmamos que está passando uma Via Crúcis.

Imagem: Fotolia. Africa Studio

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: