Conceito » Religião » Imame (Religião Muçulmana)

Imame (Religião Muçulmana) - Conceito, o que é, Significado

Na maioria das religiões existem líderes espirituais que difundem os ensinamentos e rituais de sua religião para a comunidade de fiéis. No cristianismo o líder é o sacerdote, no judaísmo é o rabino e no islamismo é o imame ou imã. Assim, imames, rabinos e sacerdotes são indivíduos com autoridade especial para propagar as doutrinas de sua religião.

O imame entre os muçulmanos

Os imames são os representantes do profeta Maomé e que oficializam as orações nas mesquitas. Ao contrário da religião cristã, no Islamismo não há um clero, assim o imame pode ser qualquer pessoa que tenha as qualidades necessárias para ser um líder espiritual de uma comunidade muçulmana.

Na tradição islâmica existem alguns critérios para determinar quem pode ser um bom imame para a comunidade dos fieis ou não. Não é um bom candidato aquele que já praticou o politeísmo ou a heresia em algum momento de sua vida ou então que tenha levado uma vida pecaminosa.

Pelo contrário, o imame deve ser uma pessoa que se caracterize por sua integridade pessoal, honestidade e piedade. Precisa ser uma pessoa que guia os fiéis pelo caminho certo e que os afaste de qualquer forma de corrupção.

Se os ensinamentos de Maomé são considerados infalíveis, isso significa que os ensinamentos dos imames também são infalíveis. No Islamismo, Alá ilumina os imames e estes guiam os fiéis.

E por último, um imame precisa ter a superioridade moral sobre os membros de sua comunidade. Em outras palavras, deve ser um indivíduo que se destaque por sua sabedoria, seu conhecimento do Alcorão e seu senso de justiça.

A origem dos imames na tradição xiita

Na religião muçulmana, mais especificamente na tradição xiita, que é a mais difundida do Islã, existe a conhecida Imamita Duodecimana, que significa "os doze imames". Segundo os xiitas o profeta Maomé mencionou os nomes de doze imames ou líderes antes de nascerem. Estes doze imames são considerados como os legítimos porta-vozes do profeta Maomé e seus cargos foram hereditários.

Para os xiitas a crença nestes doze imames se baseia em dois fundamentos: Maomé os mencionou durante sua pregação e a palavra do profeta é infalível, portanto, não cabe outra interpretação possível. Nesta corrente da religião muçulmana o último dos doze imames, Maomé al Mahdi, desapareceu desde o século XX, mas reaparecerá no final dos tempos para salvar a humanidade.

Imagem: Fotolia. Steinar

Relacionados:

  1. Rabino
  2. Sunismo
  3. Hégira
  4. Califado Abássida
  5. Muro das Lamentações
  6. Religiões Abraâmicas
  7. Misticismo
  8. Siquismo
  9. Moçárabes
  10. Arcebispo