Conceito » Religião » Sunismo

Sunismo - Conceito, o que é, Significado

Da mesma forma que o Cristianismo possui doutrinas religiosas diferenciadas, na religião muçulmana também há uma pluralidade de interpretações. Assim, existem quatro famílias ou grupos: sunitas, xiitas, ismailitas e sufistas. Os primeiros constituem o grupo majoritário, aproximadamente 85% dos muçulmanos.

A palavra sunita ou suni provém da expressão árabe "Ahl al-Sunna", que significa literalmente "pessoas da tradição".

Princípios fundamentais do Sunismo

Os seguidores desta corrente acreditam nos ensinamentos do Alcorão e nas tradições e leis que emanam a vida de Maomé.

Os sunitas são obrigados a cumprir as cinco leis fundamentais do Islã. Em primeiro lugar, a declaração de fé ou shahada. Em segundo lugar, rezar cinco vezes ao longo do dia. A peregrinação à Meca é proposta pelo menos uma vez na vida. Por outro lado, ações de caridade devem ser praticadas. Por último, durante o período do Ramadã, deve ser realizado um jejum.

No momento do falecimento do profeta Maomé em 632 d. C não havia um critério definido sobre quem deveria governar a religião muçulmana. Devido a isso, os seguidores mais próximos de Maomé acreditavam que os seus autênticos sucessores tinham que ser seus sogros, pois foram eles que seguiram o profeta nas origens da expansão do Islã. Assim, aqueles que acreditam que a religião muçulmana deve ser inspirada nos primeiros califas familiares de Maomé são os sunitas ou tradicionalistas. Recebem esta denominação porque se baseiam no livro Sunna, ou seja, o exemplo do profeta.

No sunismo não há fronteiras entre religião e política, já que a lei islâmica ou sharia é a que deve reger em todas as esferas da vida cotidiana.

Historicamente os líderes do sunismo foram controlados por estados muçulmanos. Atualmente a Arábia Saudita é o país mais vinculado a esta corrente religiosa. Outras nações principalmente sunitas são o Iêmen, a Jordânia, o Egito e o Catar.

Os xiitas são uma corrente dissidente do sunismo

Um dos genros do profeta Maomé, Ali, criou seu próprio grupo religioso. Na atualidade, o xiismo constitui aproximadamente 10% da população muçulmana. Está presente em países como Afeganistão, Paquistão, Líbano, Síria e Turquia. Para os xiitas, os líderes religiosos da religião muçulmana devem ser descendentes do profeta Maomé.

A revolução iraniana de 1979 e a guerra no Líbano foram inspiradas na vertente xiita. As complexas relações no Oriente Médio se baseiam nas diferenças ideológicas entre sunitas e xiitas.

Imagem: Fotolia. mindstorm

Relacionados:

  1. Hégira
  2. Meca
  3. Imame (Religião Muçulmana)
  4. Hamsá
  5. Jihadismo
  6. Moçárabes
  7. Califado Abássida
  8. Testemunhas de Jeová
  9. Torá
  10. Sufismo