Conceito » Ciência » Teoria de Tudo

Teoria de Tudo - Conceito, o que é, Significado

No campo da física teórica, procura-se compreender o universo e para isso os físicos recorrem às fórmulas matemáticas. Uma das questões abordadas é a seguinte: como o surgiu o universo? Esta pergunta equivale a considerar como tudo começou e por este motivo se fala sobre a teoria de tudo.

A fórmula matemática definitiva que explica a origem do universo ainda não existe.

Buscando a equação que explica o universo

Um dos problemas na hora de encontrar uma explicação para o universo se apresenta de novo em forma de pergunta: os seres humanos podem conhecer a origem do universo?

O fato de descobrir a expansão do universo a partir da explosão gerada no big-bang tem sido fundamental para compreender a origem do universo, mas este avanço não foi traduzido em uma fórmula matemática concreta. Neste sentido, a fórmula da relatividade geral expressa por Albert Einstein afirma que, quando há massa e energia, existe uma distorção do espaço e do tempo.

Os avanços de Einstein sobre a relação entre massa, energia e espaço-tempo foram complementados por outro físico teórico: Stephen Hawking

Segundo ele, o big-bang está diretamente relacionado aos buracos negros. Assim, se fosse possível calcular qual é o centro de um buraco negro, também se poderia calcular o momento em que surgiu o universo.

Na busca pela Teoria de Tudo, alguns físicos teóricos propõem unificar a teoria da relatividade geral com os modelos explicativos das partículas mais elementares, das quias estão integradas no campo da física quântica.

Em outras palavras, cria-se uma explicação que combina a micromatéria do universo com o espaço-tempo. Este novo rumo da física teórica foi proposta pelo cientista russo autodidata Matvei Petrovich Bronstein. Este cientista tomou como referência algumas partículas no espaço microscópico e tentou compreender como a lei da gravidade interveio em tais partículas.

Chegou à seguinte conclusão: o mundo microscópico e a gravidade podem ser unificados em uma equação matemática.

A teoria das supercordas é o novo paradigma da Teoria de Tudo

De acordo com a teoria das supercordas, antes da criação do universo havia um mundo de partículas elementares que se encontravam revoando como se fossem cordas em movimento.

Este paradigma da física teórica propõe uma nova combinação entre as partículas elementares e a teoria geral da gravidade. A busca de uma fórmula matemática que explique tudo significa compreender o menor (os átomos) e o maior (as galáxias).

Segundo a proposta, tanto a matéria como a energia do universo está formada por um único elemento: são minúsculos filamentos de energia vibrante conhecidos como cordas. Esta teoria afirma que as partículas com as quais se dividem os átomos (os quarks) estão formadas por fios de energia oscilante que são semelhantes às cordas em movimento.

Em outras palavras, o tipo de movimento das cordas é o que gera a massa e a carga elétrica das diferentes partículas. Para que este modelo faça sentido, a física teórica deve contemplar um universo formado por dez dimensões e não as quatro tradicionais, o que supõe afirmar que existem universos paralelos que se encontram no mesmo lugar que o nosso universo, mas em outra dimensão.

Imagem: Fotolia. Designua

Relacionados:

  1. Big Crunch
  2. Cosmologia
  3. Big Bang
  4. Cosmogonia
  5. Astronomia
  6. Universo
  7. Teoria da Relatividade
  8. Astrobiologia
  9. Zero Absoluto
  10. Física Clássica