Taxa de Juros - Conceito, o que é, Significado

O conceito taxa de juros está diretamente relacionado ao valor do dinheiro. Neste sentido, a quantidade ou o montante em dinheiro está relacionado a uma operação financeira. Assim, quando uma pessoa deposita um valor X em um banco, a taxa de juros equivale à percentagem do dinheiro recebido em troca, mas quando alguém solicita um empréstimo para comprar algo se refere ao valor que deve ser pago pelo devedor à entidade bancária.

Um indivíduo, uma empresa ou um governo podem precisar de dinheiro e para isso solicitam um empréstimo, do qual está sujeito a certo tipo de juros determinado, que significa o custo que deve ser pago para receber o dinheiro solicitado (o custo do dinheiro é precisamente a taxa de juros).

As taxas de juros atingem a economia em seu conjunto

A decisão de aumentar ou baixar as taxas de juros é adotado geralmente pelos bancos centrais de cada país. Os bancos centrais determinam uma taxa específica para emprestar dinheiro aos diversos bancos nacionais, consequentemente, quanto menos são pagos aos bancos nacionais pelo dinheiro solicitado, menor será o valor cobrado de seus clientes. Obviamente, esta circunstância causa efeitos em toda a economia: o uso de cartões de crédito, as hipotecas, as solicitações de crédito para a aquisição de bens, entre outras circunstâncias de natureza financeira.

Como regra geral, quando as taxas de juros estão baixas, geralmente elas têm duas consequências: os preços das ações aumentam e os preços do setor de construção também aumentam. Por outro lado, o declínio das taxas de juros está associado à desvalorização de algumas moedas, especialmente o dólar.

Por que baixam as taxas de juros?

Os economistas consideram que no conjunto da economia acontece um declínio na taxa de juros por duas razões fundamentais:

1) Porque os níveis de preço e a inflação tendem a baixar;

2) Porque acontece uma desaceleração econômica generalizada e, em consequência disso, procura-se estimular a economia reduzindo as taxas de juros.

De maneira inversa, quando há um boom econômico, os bancos centrais sobem o preço da moeda para amortizar este crescimento.

As taxas de juros também podem ser negativas

Vamos imaginar que um cidadão deposita seu dinheiro em um banco e esta entidade não lhe paga nenhum juros por isso, mesmo assim, o cidadão é quem tem que pagar uma taxa para depositar seu dinheiro. Este simples exemplo ilustra o conceito da taxa de juros negativa, uma circunstância que começa a ocorrer em alguns países para desestimular o uso da poupança e promover o investimento e o consumo.

Imagem: Fotolia. Andrey Popov

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: