Conceito » Saúde » Sonho Excessivo

Sonho Excessivo - Conceito, o que é, Significado

Todos os seres humanos já se viram sonhando acordados em algumas ocasiões. Imaginamos situações prazerosas e mentalmente criamos episódios estimulantes. Embora este tipo de fantasia não represente nenhum problema, quando ocorre de maneira exagerada se torna um distúrbio psicológico com consequências negativas. A inclinação desmedida pelas fantasias recebe uma denominação: sonho excessivo ou inadaptado.

Em 2002 o psicólogo israelense Eli Somer foi o primeiro a descrever este tipo de comportamento

O termo sonho excessivo provém do inglês, mais especificamente de "Maladaptive Daydreaming". As pessoas que sofrem dessa síndrome passam grande parte de seu tempo elaborando fantasias que não têm conexão com sua vida cotidiana. Seus sonhos se tornam sua principal atividade diária.

Quando deixam de fantasiar momentaneamente, isso lhes causa grande desconforto e mal-estar. Neste sentido, os neuropsicólogos acreditam que a reação destas pessoas nos momentos em que não fantasiam é similar ao comportamento aditivo. De fato, o vício às fantasias gera comportamentos compulsivos e estados de ansiedade.

O indivíduo pode estabelecer laços afetivos com os personagens criados através de seus sonhos. Pode-se dizer que vive em dois mundos: sua autêntica realidade e outra paralela criada por sua imaginação. Deve-se destacar que o sonho excessivo não deve ser confundido com a esquizofrenia ou com o transtorno bipolar.

A desconexão da realidade dessas pessoas tem efeitos negativos no ambiente de trabalho, afetivo e social. Seu mundo de sonhos substitui a realidade e provoca diversas reações: choro, emoção, confusão e inclusive discussões com os personagens inventados. Naturalmente, este comportamento dificulta o controle da vida pessoal e constitui uma não adaptação à realidade.

O transtorno do sonho excessivo pode ter causas subjacentes

Por tratar-se de uma patologia relativamente recente, não há estudos conclusivos e a literatura médica não é muito abundante. No entanto, acredita-se que pode ter relação com uma infância traumática, com o bullying ou com pessoas extremamente sensíveis.

Por outro lado, foram estabelecidas possíveis relações com pacientes portadores de TDAH e é bem provável que as fantasias desproporcionais estejam associadas a algum conflito de tipo inconsciente.

Para estabelecer um diagnóstico preciso os psicólogos utilizam uma ferramenta de medição: a escala de sonho excessivo.

Por último, as pessoas com este transtorno devem ser tratadas por um terapeuta especializado.

Imagem: Fotolia. Sven MaaBen

Relacionados:

  1. Terror Noturno
  2. Avalanche
  3. Sonho Americano
  4. Onírico
  5. Conduta
  6. Anedonia
  7. Ortorexia
  8. Síndrome de Diógenes
  9. Jogatina
  10. Megalofobia