Saúde Pública - Conceito, o que é, Significado

A saúde pública é uma especialidade médica que depende do estado e está focada, por um lado, em fazer exercícios e manter a saúde da população correspondente a esse estado incluindo as tarefas de prevenção, por outro lado, está centrada no controle de doenças e na implantação de um trabalho especial destinado a sua erradicação. No final das contas, a saúde pública serve para melhorar a saúde da população, assim como para realizar várias ações com o objetivo de eliminar ou tratar essas doenças e as condições que causam a mortalidade da população em geral.

Formação e funções da saúde pública

Como consequência disso, a saúde pública está constituída por um pilar relacionado à formação de profissionais desta área, independentemente das especialidades escolhidas, ou seja, tanto um médico oftalmologista como um médico clínico ou oncologista precisam estar formados da mesma maneira em saúde pública, sendo esta ciência a base de seus conhecimentos específicos.

Entre as funções mais importantes e destacadas que esta disciplina persegue estão as seguintes: avaliação e monitoramento do estado de saúde que predomina em determinada comunidade; pesquisa e controle dos maiores e iminentes riscos que podem causar um impacto negativo sobre a saúde de uma população; desenvolvimento de campanhas de prevenção a todas as doenças plausíveis de adoecer seus moradores; incentivar os cidadãos para que cuidem da saúde dos membros da família, do seu próximo e da própria saúde; desenvolvimento de políticas, recursos e capacitação para conseguir um resultado satisfatório em termos de saúde; reduzir ao máximo os impactos negativos diante de emergências ou desastres, entre os mais importantes.

O papel do estado

O desenvolvimento da saúde pública e consequentemente o cumprimento de todas as funções anteriormente mencionadas depende e passa pela órbita dos governos, que são os últimos e maiores responsáveis por tudo que deve ser cumprido de maneira satisfatória, ainda mais, devem ser os encarregados de desenvolver programas específicos que atendam as questões supramencionadas de forma coerente e produzir obviamente os melhores resultados.

O estado se preocupa com a articulação das diferentes políticas da saúde pública através de um órgão conhecido como Ministério da Saúde.

O presidente ou o primeiro ministro de um país designam a um indivíduo, normalmente com amplos conhecimentos no setor, desempenhar a função de ministro da saúde.

Deste funcionário público dependem as campanhas de prevenção de doenças, as estatísticas relacionadas à saúde, assim como a elaboração e execução de programas destinados a resolver os principais problemas da comunidade relativos à saúde.

O segredo está na prevenção

Esta questão pode ser atendida e desenvolvida através de determinadas estratégias e da promoção de diversas políticas públicas. As campanhas de vacinação massiva e gratuita são uma das várias formas disponíveis na hora de prevenir um problema de saúde de grande escala e que afeta boa parte da população.

Por exemplo, se há um surto de gripe, os responsáveis pela saúde pública se apressam em conscientizar sobre o tema e convidam a população de maior risco a vacinar-se e a tomar certas precauções para neutralizar seus efeitos, assim, este surto dificilmente se estenderá e ocasionará mais tarde uma epidemia.

No entanto, se pelo contrário isso não acontecer e a política da saúde pública não se orientar com a prevenção ou então a cura, seguramente, o resultado será uma epidemia e o setor sanitário dessa população estará sempre em risco devido a essa orientação.

Neste sentido, os meios de comunicação em massa são vitais e essenciais, pois são capazes de difundir uma mensagem de prevenção ou um alerta de caráter nacional.

Assim mesmo, os médicos são ainda excelentes veículos para a prevenção, uma vez que transmitem de forma eficaz a seus pacientes os diversos cuidados que devem ser tomados diante de um surto infeccioso ou em relação ao cuidado cotidiano com a saúde.

A visita periódica ao médico é também importantíssima como método de prevenção de doenças.

Por outro lado, não podemos deixar de mencionar a incidência do meio ambiente em nossa saúde. Qualquer tipo de contaminação, seja pelo ar, pela terra, pela água ou pelos alimentos consumidos incide de forma direta e negativamente em nossa saúde.

Neste sentido, educar e evitar qualquer tipo de exposição aos agentes nocivos nos faz gozar de uma excelente saúde.

Imagem: Fotolia. fiore26

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: