Conceito » Saúde » Receita Médica

Receita Médica - Conceito, o que é, Significado

A receita é um documento emitido por um médico para que um paciente receba um medicamento posteriormente fornecido por uma farmácia.

O processo de aquisição e o uso da receita médica acontecem da seguinte maneira:

1) o paciente que apresenta algum distúrbio ou doença precisa passar por uma consulta médica;

2) o médico irá realizar a devida análise sobre os sintomas apresentados pelo paciente e finalmente dará o diagnóstico;

3) depois de dar o diagnóstico um tratamento em particular é prescrito, do qual pode envolver algum tipo de medicação;

4) se a doença a ser tratada envolver o consumo de fármacos, o médico detalha em um documento oficial (a receita médica) quais medicamentos devem ser consumidos e de que maneira (o número de doses diárias e o período de tratamento);

5) Finalmente, o paciente vai até a farmácia com a receita médica e o farmacêutico vende o produto prescrito pelo médico.

O documento da receita médica

Além do processo de aquisição do fármaco, o documento da receita deve atender certos requisitos: a indicação do número de registro profissional do médico, assim como sua assinatura e o carimbo oficial do hospital ou clínica da qual provem a medicação. A partir do momento que o farmacêutico recebe a receita médica e verifica que atende as exigências estabelecidas já pode fornecer a medicação ao paciente.

As primeiras receitas médicas da história datam o Egito antigo, onde se empregava o símbolo do olho de Horus neste tipo de documento. Atualmente, na maioria dos países o símbolo empregado nas receitas médicas é o Rx.

O controle dos medicamentos

O uso das receitas médicas tem como principal objetivo a saúde pública. Com este documento a administração assegura que a população não se automedique, o que poderia ser muito prejudicial à saúde dos cidadãos. No entanto, certos medicamentos podem ser obtidos sem receita, como acontece com alguns analgésicos ou anti-inflamatórios.

Por outro lado, com estas medidas se pretende que a população não tenha acesso à medicação sem um controle adequado, uma vez que certos fármacos podem causar certos distúrbios caso consumidos sem uma garantia suficiente.

Por último, o controle dos fármacos através das receitas médicas tem relação com as despesas farmacêuticas assumidas pelo Estado, já que em muitos países os medicamentos são subsidiados de forma parcial ou totalmente.

Embora estes mecanismos de controle aumentem a segurança da saúde pública, deve-se destacar que existe um mercado ilegal de medicamentos e um negócio de falsificação de receitas médicas.

Imagem: Fotolia. roger

Relacionados:

  1. Farmacoterapia
  2. Psicocirurgia
  3. Histórico Clínico
  4. Triagem
  5. Anestesia Geral e Local
  6. Laparoscopia
  7. Surto Psicótico
  8. Loratadina
  9. Propedêutica
  10. Juramento de Hipócrates