Conceito » Saúde » Farmacoterapia

Farmacoterapia - Conceito, o que é, Significado

A saúde é um dos principais objetivos da medicina como mostra a busca de novas técnicas para a prevenção de doenças, a cura para determinados distúrbios e o aumento da expectativa de vida como símbolo de sucesso sanitário. A farmacoterapia é a ciência que estuda o uso de determinados remédios para prevenir e tratar as doenças de forma positiva. Trata-se de uma ciência muito importante, já que nela reside a esperança de abrir novas portas de saúde.

Tipos de Farmacologia

É a equipe de saúde quem indica o tratamento mais recomendado para um paciente. Existem vários tipos de terapia farmacológica. Por exemplo, a função paliativa desta disciplina está presente na morfina, que funciona como um calmante para a dor física. A terapia farmacológica também pode ser substituída como mostra o tratamento de insulina recomendado para alguns pacientes diabéticos. A farmacologia tem uma função terapêutica, ou seja, tem a finalidade de restaurar, como as vitaminas recomendadas a um paciente.

O tratamento farmacológico não se refere apenas ao produto em si. É de extrema importância especificar a dose exata que o paciente deve tomar, assim como o tempo de duração do tratamento. Cumprir estes requisitos é essencial para que o processo seja eficaz.

Também, é individualizado e deve estar relacionado a diversos fatores, por exemplo, a relação entre o custo do produto e o benefício de saúde oferecida.

Deve ser salientado que o tratamento farmacológico não tem uma função isolada na vida do paciente. Geralmente, o especialista recomenda ao paciente incorporar alguns hábitos saudáveis. Por outro lado, tomar remédio vem acompanhado da responsabilidade de evitar certos hábitos. Por exemplo, não se deve tomar álcool enquanto é realizado o tratamento médico.

É possível cometer erros em um tratamento farmacológico. Por exemplo, não tomar a dose na hora recomendada. Quando a omissão ocorre com frequência altera diretamente a qualidade do tratamento. Um dos erros mais comuns na sociedade atual é a automedicação, ou seja, tomar um medicamento sem o conhecimento exigido.

Receita médica

Há alguns aspectos essenciais de um medicamento que pode ser explicado pelo farmacêutico: o nome do produto, as recomendações de uso, os objetivos terapêuticos e possíveis efeitos colaterais. Os médicos utilizam a receita médica para indicar o tratamento que deve ser tomado pelo paciente. Assim, é necessária a receita médica para realizar a compra na farmácia.

Imagem: Fotolia. Richard Villalon

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: