Conceito » Educação » Método Montessori

Conceito de Método Montessori

Existem várias pedagogias educacionais, sendo este um dos critérios mais levados em conta pela maioria dos pais na hora de escolher uma escola para matricular seus filhos. Um dos métodos de maior prestígio é o Montessori, que deve seu nome a sua criadora.

Neste tipo de ensino, a criança se torna protagonista do seu próprio processo de aprendizagem, cada detalhe da sala e do mobiliário é colocado por alguma razão. Assim, a criança escolhe livremente o quer brincar e como divertir-se em cada momento. Esta dinâmica de liberdade aumenta a concentração.

Ou seja, a criança se torna uma buscadora, ela explora seu entorno e descobre este espaço através da dinâmica do jogo

Por outro lado, o professor é na realidade um guia que motiva a criança a descobrir suas próprias capacidades através do reforço positivo.

Cada criança é única e diferente, por esta razão, no contexto da pedagogia Montessori, a dinâmica da aula e do trabalho do professor é totalmente voltada para potencializar o talento individual de cada criança.

Maria Montessori, criadora deste método, projetou este tipo de ensino a partir de uma premissa essencial: os três primeiros anos de vida de uma criança são cruciais para seu desenvolvimento à idade adulta

Na fase dos três aos seis anos, as crianças vivem um processo de aprendizagem gradual. Por exemplo, num primeiro momento, elas realizam atividades práticas que podem ser facilmente observadas em suas casas, por exemplo, colocar a mesa. Através deste tipo de atividade cada aluno aprende a realizar o conjunto da dinâmica.

Além disso, nesta fase a criança se mostra bem mais receptiva para aprender através dos sentidos. Por esta razão, há muita importância nos materiais dos quais são elaborados os jogos. A partir dos três anos há uma atenção especial sobre o desenvolvimento da linguagem para que a criança possa guardar e ampliar seus conhecimentos adquiridos.

Grupos de aprendizagem

A criança tem uma curiosidade natural nesta fase. Por este motivo, o método Montessori foca todos os seus esforços para estimular o lado criativo de cada aluno. As salas de aula são estruturadas por idades. Por exemplo, uma turma de 1 a 3 anos, outra de 4 a 6, mais uma de 7 a 9 e assim por diante. Desta maneira, cada turma cria uma conexão porque os menores admiram os maiores e seguem os seus passos. Por outro lado, os mais velhos são envolvidos para ajudar os mais novos.

Como em qualquer outro colégio existem objetivos acadêmicos. No entanto, a diferença fundamental das escolas tradicionais é que neste caso a criança segue sua evolução a partir do seu próprio ritmo.

Imagem: Fotolia. poplasen

Relacionados:

  1. Apego Seguro e Inseguro
  2. Criança
  3. Psicogenética
  4. Pedagogia Crítica
  5. Escola Pública e Escola Privada
  6. Depressão Infantil
  7. Bar Mitzva
  8. Método Estivill
  9. Orfanato
  10. Julgamento