Conceito » Filosofia » Materialismo Dialético

Materialismo Dialético - Conceito, o que é, Significado

Materialismo e dialética são dois termos fundamentais na história da filosofia ocidental. Ambos se fundiram na doutrina marxista e se tornaram o sistema filosófico que levou ao modelo comunista desenvolvido no século XX.

Antes de Marx e Engels

Já na Grécia Antiga se desenvolvia uma doutrina materialista. Demócrito de Abdera, no século V a. C, afirmava que a natureza como um todo poderia ser explicada a partir de uma combinação de átomos. Com o passar do tempo, a ciência moderna desenvolveu um modelo materialista de tipo mecanicista segundo a qual a natureza é um sistema organizado que funciona como se fosse uma máquina.

O conceito dialética remonta a Sócrates e Platão. Ambos pensadores entendiam que o processo de conhecimento está sujeito a uma constante revisão crítica dos conceitos e tal procedimento é o princípio da dialética.

Por outro lado, para Hegel, a dialética vem a ser o mecanismo que explica os processos de mudança na história (uma tese entra em conflito com uma ideia contrária ou antítese e ambas são superadas por uma nova ideia ou síntese).

A dialética hegeliana tem uma abordagem idealista e, portanto, não materialista.

O materialismo dialético na filosofia marxista

Marx e Engels entendiam que o homem pode transformar a sociedade. Neste sentido, a realidade social está sujeita a mudanças. Na verdade, o sistema capitalista é o resultado de um processo histórico de transformação (a classe burguesa se impôs sobre a nobreza e desenvolveu um sistema de produção capitalista baseado na exploração).

Para superar os desequilíbrios sociais deste sistema Marx propôs um movimento emancipador da qual uma nova classe social, o proletariado, impunha-se definitivamente à burguesia.

Para Marx este processo de mudança tem um sentido dialético de tipo hegeliano (as teses do proletariado se opõem às teses da burguesia e resultam em uma sociedade sem classe). A dimensão dialética em Marx não é idealista, uma vez que se fundamenta nos elementos materiais que formam a realidade social (as máquinas, o modelo de produção capitalista e a consequente diferença das classes sociais).

Em resumo, o materialismo dialético de Marx está projetado na realidade histórica da humanidade. Da mesma forma, esta visão de mundo da realidade é o marco teórico que permite uma mudança revolucionária em direção a um novo modelo social. A visão filosófica do marxismo não tem um caráter especulativo ou descritivo, mas tem como finalidade a realização de uma verdadeira mudança na ordem social.

Imagem: Fotolia. Levent Ozkan

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: