Conceito » Religião » O Levítico

O Levítico - Conceito, o que é, Significado

É um dos livros que compõem o Antigo Testamento e recebe esta denominação porque se refere às obrigações rituais daqueles que eram consagrados ao culto divino e que pertenciam à tribo de Levi, uma das doze tribos de Israel.

Na religião judaica o Levítico é o terceiro livro do Pentateuco e seu autor é Moisés. Entre os hebreus é conhecido como Wa-yiqra. Na Bíblia cristã convencional ou Vulgata era conhecido como Liber Levítico, que significa "o livro dos levitas".

Um livro de caráter legislativo da tradição judaico-cristã

O livro se apresenta como um manual de santidade para o povo de Israel, o povo escolhido por Deus. No mesmo são expostas três propostas diferenciadas: leis para manter a pureza e santidade espiritual, rituais e cerimônias que devem ser aplicadas pelos sacerdotes e sacrifícios pessoais.

Trata-se de um livro destinado principalmente à tradição sacerdotal. Deve-se levar em conta que o culto dos judeus é consequência da ordem direta de Deus a Moisés no monte Sinai.

Os sacrifícios propostos no Levítico têm um sentido geral

Assim, quando um homem renuncia a algo valioso para consagrá-lo a Deus, sua oferenda se torna um elo de união com Deus. Os rituais dos sacrifícios são, ao mesmo tempo, uma forma de agradecer ao Criador.

Este manual prático de cerimônias religiosas tem uma finalidade dupla: promover a aproximação do povo de Israel para com Deus e promover um estilo de vida baseado na santidade.

Através do Levítico, o povo de Israel pode ter um lugar de adoração a Deus, o tabernáculo. Ao mesmo tempo, estabelece um ponto de partida para organizar os sacrifícios e as festividades dentro de uma estrutura religiosa. Deve-se destacar que antes do Levítico, os israelitas eram guiados pelos registros históricos dos patriarcas.

O valor do livro para a interpretação teológica

Há três verdades espirituais estreitamente associadas ao Levítico. Em primeiro lugar, são coletadas as instruções de Deus para serem realizadas durante o Dia da Expiação (neste capítulo é detalhado o ritual que o sacerdote deve aplicar para expiar seus pecados).

Em segundo lugar, é detalhada de maneira ordenada uma série de sacrifícios, dos quais simbolizam a adoração a Deus.

Por último, observa-se que transmite uma mensagem de santidade e obediência.

Imagem: Fotolia. Renata Sedmakova

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: