Conceito » Religião » Hamsá

Hamsá - Conceito, o que é, Significado

O chamsá ou hamsá, também conhecido como Mão de Fátima e outras denominações, é um símbolo empregado como amuleto protetor. A palavra hamsa ou chamsá é usada em hebraico e árabe e em ambos os casos significa cinco.

O símbolo consiste na imagem de uma mão com três dedos levantados e normalmente com dois polegares dispostos de forma simétrica. Os dedos da mão podem apontar para cima ou para baixo e às vezes a mão contém outro tipo de símbolo, como a Estrela de Davi ou outras inscrições religiosas.

O Hamsá no Islamismo e no Judaísmo

No Islamismo, o hamsá simboliza os cinco pilares da religião: o testemunho de fé, a oração, a ajuda aos necessitados ou Zakat, o jejum de Ramadã e a peregrinação à Meca. Para os judeus, representa os cinco livros que compõem a Torá: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.

Os seguidores do Islã afirmam que o Hamsá ou Mão de Fátima está relacionado à Fátima, filha do Profeta Maomé. Para os judeus este símbolo representa a Miriam, a irmã mais velha de Moisés.

No mundo do esoterismo

Os especialistas em esoterismo afirmam que, assim como qualquer outro amuleto, o hamsá deve ser limpo antes de usado para que suas energias negativas possam desaparecer. Para isso, utiliza-se uma vela branca, sal grosso, incenso, um prato fundo de cristal, terra, água benta e essência da arruda.

Depois de reunir estes ingredientes, o hamsá é submetido a um processo de purificação ou limpeza espiritual durante vários dias sucessivos. No final do procedimento, o amuleto está pronto para uso.

Suas propriedades protetoras são diversas. Em primeiro lugar, serve para proteger contra qualquer mal. De forma especial é utilizado para afastar as doenças e atrair boa sorte. Por outro lado, aqueles que acreditam em seu poder consideram que ajuda a ser mais paciente e menos irritado, assim como ajuda a combater o mau-olhado e a evitar catástrofes naturais.

Para que seu poder seja eficaz é habitual colocar o amuleto em uma parede ou na porta de casa e rezar pedindo a proteção desejada.

Outros amuletos

Aqueles que acreditam no poder dos amuletos ou talismãs se apegam aos mesmos como um elemento que lhes dá força e proteção contra qualquer tipo de maldade ou ameaça. Alguns dos objetos utilizados neste sentido são os seguintes: o olho do horus, o saktl, o ashanti, o ik-ga-oh ou o anel atlante.

Imagem: Fotolia. vgorbash

Relacionados:

  1. Hégira
  2. Tanach
  3. Estrela de Davi
  4. Meca
  5. Torá
  6. O Pentateuco
  7. Antigo Testamento
  8. Sunismo
  9. Muro das Lamentações
  10. Yom Kipur (Dia do Perdão)