Conceito » Religião » Torá

Torá - Conceito, o que é, Significado

O conjunto de leis que forma a religião judaica se encontra em um único texto: a Torá ou Torah. Pode-se dizer que este livro é a base que rege a dimensão religiosa daqueles que praticam o judaísmo. Se olharmos para o seu significado etimológico, a palavra Torá significa instruções em hebraico. De qualquer forma, trata-se de uma lei judaica.

Este texto sagrado, também conhecido como livro de Moisés, está composto por cinco livros cujos nomes em hebraico são: Bereshit, Shemot, Vayikra, Bamidmar e Devarim, que correspondem aos seguintes nomes em grego: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.

Na Torá, conta-se a história do povo de Israel: o pacto da circuncisão com Abraão, a chamada de Deus a Moisés para guiar seu povo, a saída do povo de Israel da escravidão no Egito, o pecado do bezerro de ouro e a longa trajetória da Terra prometida.

Deve-se destacar, por outro lado, que a Torá dos judeus equivale parcialmente ao Antigo Testamento do Cristianismo. Por este motivo, a Torá é conhecida também como a Bíblia hebraica. Além da Torá escrita, existe a Torá oral. Desta maneira, a segunda é uma guia para colocar em prática a primeira. Segundo os rabinos, a Torá oral permite compreender o contexto cultural e religioso do povo judeu.

Aspectos da Torá geram controvérsias

Acredita-se que foi Moisés, inspirado por Deus, quem escreveu os cinco livros que formam este texto sagrado. Entretanto, esta ideia não isenta de polêmica. Na verdade, alguns pesquisadores afirmam que Moisés não pôde escrever o último livro da Torá (o Deuteronômio) porque nele se conta a morte e o enterro do próprio Moisés.

Por outro lado, no capítulo que se refere ao dilúvio universal, afirmar-se que sua duração foi de 40 dias e 40 noites e no próximo capítulo se argumenta que eram 150 dias. Estas discrepâncias e outras sugerem que a Torá pode ter sido escrita por mais de uma pessoa. Na verdade, alguns pesquisadores acreditam que havia quatro grupos diferentes de escribas que participaram da sua redação.

Os preceitos da Torá

Neste livro sagrado também aparecem os preceitos que guiam a vida de um judeu. Estes preceitos são conhecidos em hebraico com a palavra mitzvot. Alguns dos mais importantes são: conhecer a existência de Deus, não oprimir os fracos, não falam mal dos outros, não escutar um falso profeta, não pactuar com idólatras, não trabalhar durante o Sabhat, etc.

No total existem 613 mandatos que devem ser respeitados. Todas estas instruções regem a existência dos judeus.

Imagem: Fotolia. ungvar

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: