Conceito » Ecología » Fotossíntese

Fotossíntese - Conceito, o que é, Significado

A palavra fotossíntese vem do grego e está formada pelo termo photo, que equivalente à luz, e por synthesis, que significa formação de compostos.

No campo da biologia a fotossíntese se refere à capacidade das plantas em transformar a energia luminosa solar em energia química. Este processo permite que as plantas gerem seus próprios alimentos.

Sem este processo a vida no planeta não seria possível.

A ideia principal da fotossíntese e o desenvolvimento do processo

As plantas absorvem dióxido de carbono (CO2), mais água (H20), mais fótons ou luz solar. Com estes elementos podem gerar carboidratos e oxigênio. Neste sentido, os carboidratos proporcionam energia aos animais e o oxigênio é imprescindível para a respiração dos seres vivos. A fotossíntese é um tipo de reação química anabólica, isso significa que são criadas ou sintetizadas substâncias a partir de outras.

A primeira parte do processo é a absorção da luz. Neste sentido, a luz solar é capturada pela clorofila das plantas. As plantas obtêm o dióxido de carbono através dos estromas que se encontram nas folhas e no caule. As plantas absorvem a água de duas maneiras: através das raízes que estão em contato com o solo ou por meio dos estromas em forma de vapor de água. Portanto, na fotossíntese existem duas etapas diferenciadas: uma que depende da luz e outra que é independente. Na primeira, são geradas moléculas de energia (como o ATP) e também o oxigênio. Na segunda, o ATP produzido é utilizado na formação de glicose.

O processo de fotossíntese permite entender como as plantas se alimentam e como o oxigênio é produzido na atmosfera

Como qualquer outro ser vivo as plantas precisam se alimentar para viver. No entanto, ao contrário dos animais, não se alimentam de outros animais, mas sim através da luz, da água e dos minerais. As plantas produzem seus próprios alimentos, a seiva elaborada é formada basicamente pela glicose.

A nutrição das plantas requer três elementos: água, sais minerais e dióxido de carbono. Em relação ao processo de alimentação consiste em quatro fases:

1) na primeira, as plantas absorvem a água e os sais minerais que se encontram no solo através das raízes;

2) Uma vez que a água e os sais minerais são absorvidos, as plantas criam uma seiva bruta que circula de uns tubos lenhosos até as folhas;

3) nas folhas estão pequenos poros pelos quais entra o dióxido de carbono do ar;

4) este gás se mistura com a seiva bruta e combinado com a luz solar se transforma em uma seiva elaborada, que permite alimentar a planta em seu conjunto.

Em todo este processo, as plantas expulsam o oxigênio liberado à atmosfera, sendo possível a vida de todos os seres vivos.

Imagem: Fotolia. Andrew Adams

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: