Água Subterrânea - Conceito, o que é, Significado

A queda de precipitações termina na superfície terrestre e provoca a formação de pequenos córregos e rios. No entanto, uma parte da chuva é filtrada no solo e pouco a pouco produzem fissuras e rachaduras que de maneira gradual formam mananciais ou rios de água subterrânea. As áreas que armazenam a água são os aquíferos. Neles são armazenadas as reservas de água doce do planeta.

A captação deste recurso tem uma importância fundamental para o abastecimento humano. A água que se encontra no subsolo é normalmente potável e graças a ela um terço da humanidade pode bebê-la. Também tem usos agrícolas, pecuários e industriais. Seu aproveitamento tem um valor especial nos períodos de seca.

Nos últimos anos, alguns aquíferos são recarregados através de sistemas artificiais para manter o lençol freático em parâmetros adequados.

Represas naturais com tubulações de entrada e saída

Para que a chuva penetre no solo é necessário que o mesmo tenha um tipo de rocha permeável, ou seja, que essa rocha permita a passagem da água. Quando o acúmulo de água não é mais possível por causa da rocha ser impermeável se forma o aquífero.

Aquíferos são reservatórios formados de maneira espontânea. Todo aquífero têm uma grande entrada de água e outra de saída, assim como uma capacidade de armazenamento específica. O lugar de entrada se origina a partir da água infiltrada. A saída ou descarga ocorre em forma de mananciais ou fontes. O armazenamento depende de dois fatores: a porosidade do terreno e sua fissura.

Nem todos os aquíferos são iguais. Alguns são porosos e formados por materiais soltos, como areia ou cascalho. As fissuras são formadas através de rochas firmes e consolidadas sobre a água que circula. Por outro lado, o grau de pressão da água é um fator determinante na tipologia do aquífero.

A água dos aquíferos é aproveitada na agricultura e na pecuária. No entanto, quando a quantidade de água extraída é maior que a recarga natural ocorre uma superexploração do aquífero.

A contaminação dos aquíferos

As águas subterrâneas também podem ser contaminadas por agentes externos. A origem da contaminação é bem diversa: sistemas de saneamento, aterros sanitários, descargas industriais, fertilizantes usados na agricultura ou poluentes naturais como o arsênico. As substâncias poluentes chegam aos aquíferos por um processo de infiltração.

Nos rios a poluição da água não é tão grave, pois há uma constante renovação de água. Em compensação, as águas subterrâneas contaminadas têm um fluxo muito lento e esta circunstância agrava os níveis de poluição.

Imagem: Fotolia. Marina

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: