Matéria Escura - Conceito, o que é, Significado

O universo está repleto de elementos, só que nem todos são visíveis. Deve-se destacar que o cosmos nem sempre emite uma luz visível, porém emite raios infravermelhos, ultravioletas, micro-ondas, raios gama e radiação eletromagnética. E tudo isso é invisível. A partir desta informação os astrônomos deduzem que pode haver um tipo de matéria diferente, da qual se chama matéria escura.

O que se sabe sobre a matéria escura?

Existem duas características fundamentais sobre a matéria escura: é eletricamente neutra e escura. Portanto, isto significa que esta matéria não interage com as ondas eletromagnéticas (nem absorve nem emite). Por outro lado, a matéria escura é fria e estável, consequentemente, perdura no tempo.

Para entender a matéria escura, os físicos e astrônomos precisam de um modelo científico diferente do modelo padrão. Em outras palavras, não há atualmente um marco teórico que explique como é na verdade a matéria escura.

Os cientistas tentam compreender a matéria escura através de áxions, partículas supersimétricas ou de sinais que habitam em dimensões estranhas. Este caminho alternativo se deve aos parâmetros convencionais do modelo atômico que não se encaixam na matéria escura.

O desafio da ciência sobre a matéria escura

O desafio da ciência na experimentação real da matéria escura apresenta duas alternativas como possíveis soluções:

1) Detectar a matéria escura por um método de detecção direta (pretende-se observar uma colisão entre a partícula de uma matéria escura e um átomo de um detector).

2) Detectar a matéria escura por um método de detecção indireta (busca-se uma possível interação das partículas de matéria escura no círculo da nossa galáxia).

A matéria escura não se parece com nada que já vimos até hoje na Terra. Entretanto, os cientistas afirmam que as partículas de matéria escura têm um papel relevante na formação das galáxias. Enfim, a ciência se encontra diante de um fenômeno atípico: tudo indica que há uma matéria escura, mas ainda não é possível determinar o que é de verdade.

Imagem: Fotolia. Yuriy Mazur

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: