Satiromania - Conceito, o que é, Significado

A satiromania, também conhecida como satiríase, é a conduta sexual descontrolada que compete aos homens, da mesma forma que ninfomania está focada nas mulheres. Assim, costuma-se dizer quer um homem sofre de satiromania quando está movido pela luxúria, ou seja, com apetite ou desejo sexual intenso e descontrolado.

A mulher que sente desejo incontrolável pelo sexo é conhecida como ninfômana e o termo equivalente aos homens é sátiro.

Considerações sobre esta conduta

Do ponto de vista da psicologia, a satiromania é descrita como um transtorno de comportamento. O traço mais característico nos homens é a hipersexualidade, ou seja, uma obsessão pelo sexo que os impulsionas a querer praticar a qualquer momento.

A satiromania é um transtorno da libido (entendendo libido como uma energia sexual). A corrente que mais estudou a libido é a psicoanálise e segundo os psicólogos desta escola a libido é uma estratégia presente na dimensão erótica do ser humano, mas também na parte inconsciente da mente.

O desejo descontrolado por algo é conhecido medicamente pela palavra mania e daí vem os termos cleptomania (obsessão por roupar) ou dipsomania (obsessão pelo álcool). Entretanto, nos últimos anos o termo satiromania tem caído em desuso e o que se emprega mais é o termo viciado em sexo. De qualquer forma, a dependência sexual intensa costuma ter relação como o cibersexo, voyeurismo, assédio sexual, consumo de excessivo de pornografia e, definitivamente, uma série de circunstâncias vinculada aos problemas de adaptação social.

A origem do termo na mitologia grega

Este vocábulo provém da palavra sátiro. Os sátiros eram semideuses da mitologia grega. Tinham aspecto humano, extremidades de cabra e formavam parte do séquito de Dionísio (o Deus do vento e posteriormente símbolo cultural do todo carnal). Segundo os relatos mitológicos, os sátiros tinham um comportamento libidinoso e perseguiam as ninfas pelas florestas com a finalidade de estuprá-las.

Por outro lado, estes seres eram amantes da música e tocavam algum instrumento para seduzir as ninfas. São descritos como seres imortais, de conduta brutal e com grande energia sexual. Em algumas representações artísticas, os sátiros eram representados nus e tocando flauta.

Imagem: Fotolia. Aquir

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: