Conceito » Educação » Externo e Interno

Externo e Interno - Conceito, o que é, Significado

Os adjetivos externo e interno se referem à parte de fora e de dentro de algo. Trata-se de duas palavras antônimas que são aplicadas a todo tipo de realidades e fenômenos. Com elas podemos diferenciar as partes de algo, compreender um fenômeno ou organizar uma atividade.

No corpo humano

Em relação ao nosso organismo, todas as partes que o constituem podem ser divididas em: órgãos internos e órgãos externos. Entre os primeiros está o coração, o fígado, os pulmões e o cérebro. Entre os segundos, podemos citar a pele, as unhas, os cabelos, as orelhas e os olhos.

Embora algumas partes do corpo estejam dentro e outras fora, somos um organismo que forma um todo. Neste sentido, um órgão interno como o cérebro está conectado às partes externas, por outro lado, as percepções e as sensações externas influenciam diretamente as reações internas.

No campo da política

Em todos os países existem órgãos governamentais que são responsáveis pelas atividades externas e internas. O Ministério das Relações Exteriores ou as instituições públicas dedicadas ao comércio são um exemplo do primeiro caso, enquanto que o Ministério do Interior se refere ao segundo.

No mundo empresarial

Toda empresa está organizada por departamentos ou áreas. Algumas tratam dos problemas externos, como a venda, o contato direto com os clientes ou as relações com outras entidades. Por outro lado, certas áreas focam na organização interna, como o departamento de contabilidade. Da mesma maneira que acontece com o corpo humano, a distinção entre o interno e o externo é simplesmente uma forma de organizar um conjunto.

O que se vê e o que não se vê

Observamos certas características externas que nos rodeiam, como o tamanho, a forma e a cor. No entanto, nossa visão não nos permite perceber a estrutura interna destes mesmos elementos. Neste sentido, os átomos não podem ser vistos a olho nu, mas são peças que compõem a totalidade da matéria.

Os átomos são as partes fundamentais de tudo o que existe, seja vivo ou inerte. No século XX, descobriu-se a estrutura interna dos átomos, ou seja, uma série de partículas que se encontravam em seu interior. Os átomos são formados por um núcleo e certas partículas que giram constantemente ao seu redor, os elétrons. Por outro lado, dentro do núcleo do átomo existem outras partículas elementares, os prótons e os nêutrons.

Em suma, vemos a parte externa da realidade, mas esta só pode ser compreendida a partir da sua parte interna correspondente.

Imagem: Fotolia. Gabriele Maltinti

Relacionados:

  1. Homeostase
  2. Tecido Sanguíneo
  3. Teoria de Sistemas
  4. Sistema Circulatório
  5. Órgãos Vitais
  6. Ouvido
  7. Cérebro
  8. Pares Cranianos
  9. Percepção
  10. Excreção