Conceito » Saúde » Pares Cranianos

Pares Cranianos - Conceito, o que é, Significado

O sistema nervoso realiza o controle das diversas funções do organismo, para isso necessita coletar informação tanto do exterior como do meio interno, processá-la e em seguida enviar sinais que resultarão em movimentos, secreção hormonal, alterações na atividade das vísceras ou inclusive manifestações motivas e aprendizagem.

Estas funções são realizadas no sistema nervoso central, localizado dentro do crânio e no conduto vertebral da coluna. O transporte de informação e sinais efetores do cérebro e centros superiores para os diferentes órgãos e sistemas ocorre graças aos prolongamentos que formam os nervos e constituem o sistema nervoso periférico.

Este sistema é constituído pelos nervos que emergem da coluna vertebral originários da medula espinhal, que são os nervos raquidianos, assim como aqueles provenientes do cérebro e do tronco cerebral que são exteriorizados ao atravessar os diversos orifícios do crânio, conhecidos como pares cranianos.

Pares ou nervos cranianos

Os pares cranianos são nervos pares como o próprio nome indica, já que existe um para cada lado do corpo, são 12 nervos no total e denominados com números romanos:

I: Olfatório

II: Óptico

III: Motor ocular comum ou Óculo-motor

IV: Troclear

V: Trigêmeo

VI: Motor ocular externo ou Abducente

VII: Facial

VIII: Vestibulococlear (auditivo)

IX: Glossofaríngeo

X: Vago

XI: Espinhal ou Acessório

XII: Hipoglosso

Funções dos pares cranianos

Olfatório. É originário nas células nervosas relacionadas ao sentido do olfato localizadas no teto das fossas nasais, a partir daí se dirige para os centros superiores para permitir o olfato.

Óptico. Os impulsos visuais se originam nas células da retina (cones e bastonetes) e passam por um sistema de 4 neurônios que terminam no nervo óptico, responsáveis por levar a informação ao córtex visual localizado no lobo occipital do cérebro.

Motor ocular comum ou óculo-motor. Controla a maioria dos músculos oculares, o que permite realizar os movimentos do olho para cima, para baixo e para dentro; também realiza o controle do diâmetro da pupila e a acomodação do cristalino imprescindível para visão de perto.

Troclear. Atua levando o olho para cima e para baixo.

Trigêmeo. É o nervo responsável pela sensibilidade do rosto e pela motricidade dos músculos da mastigação. Possui três ramos, superior ou oftálmico, maxilar superior e maxilar inferior.

Motor ocular externo. Dedica-se exclusivamente aos movimentos que permitem levar o olho para fora.

Facial. É o nervo que permite a mobilidade da face e os músculos do ouvido, também proporciona a sensibilidade dos dois terços anteriores da língua e controla as funções das glândulas lacrimais e salivares.

Vestibulococlear. Origina-se no ouvido interno, permite levar os sinais elétricos originados pelas vibrações do tímpano aos centros auditivos cerebrais para que ocorra a audição. Consiste em um ramo vestibular que transmite informações sobre a posição da cabeça no espaço, assim como de seus movimentos, do qual é fundamental para o controle do equilíbrio.

Glossofaríngeo. Proporciona sensibilidade à garganta e à parte posterior do paladar controlando também sua mobilidade.

Vago. É o nervo craniano mais longo. Emerge do crânio e desce até o tórax e ao abdômen para dar inervação sensitiva e autonômica (parassimpática) aos órgãos do aparelho cardiovascular, respiratório e digestivo, pois é um importante regulador de funções como o controle da pressão arterial, frequência cardíaca, respiração, movimentos intestinais e digestão.

Espinhal ou acessório. É um nervo que proporciona controle motor ao músculo esternocleidomastóideo e à parte superior do músculo trapézio, ambos localizados no nível do pescoço.

Hipoglosso maior. É o responsável pelo controle motor dos músculos que formam a língua.

Imagem: Fotolia. mikess

Relacionados:

  1. Síndrome de Arnold-Chiari
  2. Neurociência
  3. Doenças Neurodegenerativas
  4. Órgãos Vitais
  5. Percepção
  6. Anestesia Peridural e Raquidiana
  7. Neurônio
  8. Excreção
  9. Mamba-negra
  10. Vitamina B12