Conceito » Economia » Crowdfunding

Crowdfunding - Conceito, o que é, Significado

Entre o que tem revolucionado a chegada da economia colaborativa, podemos destacar o financiamento de projetos de todos os tipos – desde os culturais até os tecnológicos - que oferecem produtos e serviços ou, simplesmente, algo mais altruísta, através do patrocínio popular que reúne pequenas contribuições de muitos indivíduos. Isso é o que chamamos de crowdfunding.

O termo crowdfunding, em inglês, significa literalmente "financiamento através da massa" e se refere a uma campanha de financiamento baseada no patrocínio popular, na qual certo número de pessoas realizam pequenas contribuições, de modo que a soma por volume de doadores permite reunir uma grande quantidade de dinheiro.

Em português pode ser chamado também de "micromecenato", uma vez que os montantes contribuídos de forma individual por cada um dos participantes são pequenos em comparação ao total

Esta forma de financiamento se opõe ao esquema mais tradicional de buscar um ou dois investidores, ou então de um ou poucos mecenas (patrocinadores), que muitas vezes podem formar uma estrutura de patrocínio sobre um projeto para poder apoiá-lo, mas também para controlá-lo.

No micromecenato ou crowdfunding, o controle por parte de alguém que não seja o criador do projeto é difícil, já que há muitas pessoas fazendo contribuições. A Internet possibilita esta distância geográfica e desconhecida, sendo difícil colocá-las em acordo.

Portanto, o crowdfunding oferece aos promotores da ideia financiar um maior controle, pois elimina a interferência de acionistas ou investidores majoritários

As campanhas para arrecadar fundos geralmente são articuladas através de um serviço da Internet, um site onde se pode consultar a explicação e a documentação do projeto, assim como realizar contribuições financeiras a quem interesse.

Embora se fale constantemente de contribuições, muitas destas oferecem algo em troca.

Por exemplo, no caso de um dispositivo eletrônico, poderíamos ter vários valores de contribuição possível: os mais baixos com uma recompensa de um simples agradecimento, enquanto que os mais altos teriam um dispositivo gratuito (que de fato já seria pago na contribuição).

Isso faz com que muitos dispositivos eletrônicos sejam vendidos pela primeira vez através da campanha de crowdfunding.

O pagamento deve ser feito através do mesmo site em que o projeto está exposto e, portanto, nos sites de patrocínio podem ser pagos através de sistemas eletrônicos, como cartão de crédito ou Paypal, entre os mais populares.

Em outras ocasiões, em vez de um produto, pode-se financiar uma peça de teatro ou a produção de um filme, ganhando assim o direito de uma cópia em DVD ou um ingresso para assistir a estreia.

As plataformas dedicadas à captação de fundos para projetos através do crowdfunding se multiplicaram nos últimos anos, contando com a Verkami entre as mais famosas

Nos últimos tempos, o modelo de plataforma de crowdfunding deu origem a outras iniciativas não necessariamente ligadas ao financiamento ou ao dinheiro, como sites que coletam assinaturas para campanhas (por exemplo, para mudar leis ou apoiar uma causa) baseadas no mesmo sistema e uma tecnologia similar, mas que não coletam nem manipulam dinheiro, são simplesmente os dados pessoais dos assinantes em cada pedido.

O primeiro crowdfunding realizado com sucesso ocorreu graças à Internet, em 1997, pelos fãs da banda de rock britânica Marilion.

No entanto, o conceito micromecenato já esteve presente em nossas vidas antes da sua popularização e até mesmo da Internet. Um bom exemplo disso, embora com outro formato, foram os "bônus de guerra" que vários governos emitiram no final do século XIX e início do século XX (por exemplo, na Primeira Guerra Mundial) para financiar o esforço bélico do conflito.

Felizmente, o início do crowdfunding na Internet teve uma origem muito menos violenta, sendo protagonizado, principalmente, pelas artes e em especial pela música

Ao longo destes anos e sob o amparo das várias iniciativas, diversas plataformas especializadas nasceram em forma de mecenato.

Kickstarter está focado em projetos de hardware, enquanto que IndieGoGo, apesar de manter um importante grupo de projetos vinculados à tecnologia, também se baseia em projetos artísticos.

Por exemplo, alguns projetos que se concretizaram graças a um crowdfunding foram o software de design 3D Blender, o primeiro smartwatch Pebble, o video game Star Citizen, entre outros.

Imagem: Fotolia. aa_amie

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: