Conceito » Cultura » Criança Índigo

Criança Índigo - Conceito, o que é, Significado

Temos a necessidade de classificar e rotular tudo o que está ao nosso redor. Esta tendência também se aplica às pessoas. Nos últimos anos, um novo conceito entrou em moda para falar sobre o mundo infantil: as crianças índigo.

Principais características

- Afirma-se que estas crianças têm uma aura única, sendo de cor violeta, mais precisamente da cor índigo. Esta denominação é utilizada porque a referida tinta está relacionada com as propriedades do terceiro olho, um dos símbolos mais conhecidos do esoterismo.

- Têm uma parte emotiva e sensível muito pronunciada. Parecem com adultos, uma vez que manifestam interesses de tipo espiritual.

- São especialmente criativos e devido a isso tendem a ficar entediados com atividades escolares mais convencionais. Na escola se manifestam de forma impaciente e são inquietos, por isso são considerados desobedientes e problemáticos.

- Destacam-se por sua empatia em relação às pessoas que sofrem e aos animais. Com certa frequência rejeitam o consumo de carne, pois acreditam que esta forma de alimentação é desrespeitosa com os seres vivos.

- Embora pareçam antissociais possuem grande autoconfiança. Por outro lado, resistem à autoridade e muitas vezes colidem com o mundo dos adultos.

As avaliações sobre estas crianças provêm da Nova Era, uma corrente espiritual que propõe uma revolução contracultural

Criança índigo, criança arco-íris ou criança cristal são os nomes mais conhecidos para falar sobre estas crianças com alguma singularidade "espiritual". Esta visão do mundo infantil não é reconhecida pela comunidade científica, já que faz parte de uma corrente pseudocientífica, a Nova Era ou o New Age.

Segundo os prosélitos desta corrente (alguns afirmam que é na verdade uma seita religiosa) as crianças índigo estão neste mundo com uma missão: ajudar a transformação espiritual da humanidade. Dizem que estas crianças colocarão sua criatividade a serviço do próximo com o fim de romper as barreiras tradicionais que limitam o ser humano.

A questão das crianças índigo pode ser entendida como uma deformação da linguagem para esconder outra realidade

Os psicólogos especializados em comportamento infantil não utilizam o termo criança índigo ou similares. Estes rótulos não fazem parte da terminologia científica. Neste sentido, as novas denominações sobre as crianças podem ser mais atrativas que outras, como déficit de atenção, hiperatividade, etc.

Por outro lado, a suposta aura dessas crianças é algo que jamais tem sido demonstrado.

Imagem: Fotolia. zatvorniknik

Relacionados:

  1. Criança Cristal
  2. Crianças Arco-Íris
  3. Educação Infantil
  4. Criança
  5. Estrabismo
  6. Esporte na Idade Escolar
  7. Depressão Infantil
  8. Párvulo
  9. Metatron
  10. Discalculia