Conceito » Cultura » Criança

Criança - Conceito, o que é, Significado

Toda pessoa que se encontra em sua primeira fase de existência é considerada uma criança. Do ponto de vista cronológico, a criança é percebida desde o momento do seu nascimento até a puberdade.

O mundo das crianças

Embora as crianças convivam com os adultos, é possível falar do mundo das crianças como uma realidade independente. Esta ideia pode ser expressa de diversas maneiras:

1) Desde o momento do seu nascimento a criança tem um dependência do adulto muito superior à maioria das crias animais;

2) Fisiológica e psicologicamente as crianças têm uma série de etapas em seu desenvolvimento;

3) Socialmente as crianças dão sentido à instituição familiar.

O mundo das crianças é semelhante ao dos adultos, porém precisa adaptar-se a suas próprias necessidades e circunstâncias. Assim, há médicos preparados para atender apenas crianças, comidas específicas, leis que os protegem, literatura própria, brincadeiras infantis e até mesmo um ritual de atividades como batismo, primeira comunhão, os primeiros passos, primeiro dia de colégio, entre outras.

Ao abordar este mundo fantástico das crianças, os mais significativos são: a inocência, a fantasia, a vitalidade e a ternura.

As duas caras da infância

Em sua imensa maioria todas as civilizações protegem as crianças. A proteção de um adulto para com uma criança é de tamanha importância e deve ser totalmente sensível e sentimental.

Pode-se dizer que a infância apresenta duas caras opostas: uma amável e outra trágica. Em seu lado amável a criança está associada ao descobrimento da vida, ao sentimento materno e, definitivamente, a uma espécie de magia que envolve o mundo infantil. A parte trágica também existe em várias circunstâncias: através da exploração trabalhista, de abusos a menores, de assédio escolar, pedofilia e outras circunstâncias com as quais as crianças não são respeitadas pelos adultos.

A palavra criança na linguagem cotidiana

A palavra criança vai além da fase vital do ser humano ou do próprio mundo infantil. Na verdade, emprega-se na linguagem cotidiana a palavra criança de muitas maneiras. Se um adulto é muito ingênuo também é chamado de criança.

Se algo não tem tanta importância, dizemos que se trata de uma criancice. Em relação à mudança climática, existe o El Niño (a criança em espanhol), fenômeno que afeta negativamente os ciclos da natureza e que recebe este nome por ter aparecido pela primeira vez no Natal (momento da chegada do menino Jesus).

Imagem: Fotolia - GraphicsRF

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: