Cidadão - Conceito, o que é, Significado

CidadaoO cidadão é uma pessoa que vive em um território. Antigamente era aquele que habitava o meio urbano, mas hoje em dia a condição de cidadão não depende do tipo de núcleo de população. Para expressar a pluralidade de indivíduos que compartilham esta condição, utiliza-se o conceito cidadania.

A noção de cidadão expressa a individualidade de uma pessoa dentro de uma comunidade

Do ponto de vista administrativo, há uma série de requisitos que outorgam a questão da cidadania: a residência, nacionalidade e registro. Na maioria dos países a cidadania é necessária para cumprir uma série de requisitos.

Do ponto de vista político, todo cidadão possui direitos e obrigações em relação à sociedade que pertence

Tem direitos relacionados às leis que regem o país, mesmo assim de maneira universal, desde 1789, existe a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Nos países democráticos, os cidadãos reconhecem o direito à liberdade de expressão, a não discriminação por razões de raça ou sexo, além de garantir suas crenças e ideais. Assim mesmo, há uma série de garantias jurídicas que lhes igualam aos demais indivíduos. A principal obrigação de todo cidadão é cumprir as leis estabelecidas.

Como indivíduo, o cidadão tem duas caras, a privada e a pública

De qualquer forma, aquele que tem status legal se vê integrado a uma sociedade e compartilha laços afetivos, culturais e políticos com outros indivíduos.

O termo cidadão se opõe ao súdito, indivíduo submetido a um poder superior, enquanto que o cidadão se refere a uma pessoa da sua comunidade. Entretanto, ambas as palavras são utilizadas como sinônimas, pois se referem a uma nacionalidade específica.

A ideia de cidadão entendida hoje em dia surgiu no período da Grécia Antiga, quando as polis eram a unidade política fundamental

Existem dois princípios chaves destacados pelos gregos para compreender o significado de cidadão: a isegoria, vista como a possibilidade de que todos os cidadãos possam participar das decisões coletivas; e a isonomia, como a igualdade de todos perante a lei.

Em certas ocasiões, emprega-se o conceito cidadão em alguns contextos mais específicos. Quando uma pessoa acha que seus direitos não são respeitados, ele se sente um cidadão de segunda. Se um indivíduo tem uma atitude comprometida com os problemas sociais que o envolvem, costuma-se dizer que se trata de um cidadão ativo. Para mencionar um homem comum à ideia de cidadão anônimo. E se uma cidade precisa reconhecer as conquistas ou os méritos de um dos seus vizinhos, esta pessoa é nomeada cidadão ilustre. Por último, quando se pretende expressar o espírito cosmopolita de uma pessoa, costuma-se dizer que é um cidadão do mundo.

Imagem: iStock. Leonardo Patrizi

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: