Capital Circulante - Conceito, o que é, Significado

O capital circulante é aquele que uma empresa precisa para levar adiante suas atividades cotidianas. Em outras palavras, o capital circulante se refere aos recursos financeiros necessários para manter vigente seu processo produtivo, aquele que gera os recursos que servem para cobrir seu investimento. Desta maneira, a atividade de uma organização produtiva pode ser vista como uma série de ciclos de utilização e recuperação do seu capital. Estes ciclos podem ter vários graus de amplitude e extensão no tempo, desta maneira boa parte depende do tamanho do capital circulante necessário para manter o fluxo do negócio.

Atender as necessidades em curto prazo

Toda empresa precisa cumprir com suas despesas essenciais tais como o pagamento de impostos, salários e demais serviços. Estes elementos são os que realmente possibilitam levar adiante o processo de recuperação do seu capital, aquele que será concretizado através do pagamento recebido dos seus clientes. No caso da empresa precisar de um capital maior do que possui, ela pode entrar em falência, assim será necessária a realização de um financiamento externo dentro de uma taxa de juros que possa cumprir.

Ciclo do capital circulante

A dependência do funcionamento de uma empresa em relação ao seu capital precisa avaliar as condições que serão submetidas no que diz respeito ao seu ciclo consistente na questão de produzir e pagar sua dívida. Este ciclo é chamado de capital circulante por dar conta das suas principais despesas e inferiores há doze meses.

Quanto maior for este ciclo, menor será o capital circulante necessário; pelo contrário, quanto menor for o ciclo, maior será capital circulante. A razão desta circunstância é óbvia, a empresa deve passar um tempo maior antes de cobrar o que produz.

Um conceito crucial

O conceito capital circulante é de grande importância para entender o funcionamento de uma empresa e possibilitar que despertem problemas de liquidez que sejam nocivas as suas atividades. Na verdade, manter a liquidez é um objetivo importante mesmo sabendo que existem mecanismos para que aconteça uma situação de quebra temporária. No entanto, existem circunstâncias que ocorrem que podem ser prejudiciais, por exemplo, de grande inflação. Neste contexto é possível que parte do capital circulante se perda, para isso é necessário uma observação minuciosa das finanças.

Imagem: iStock. Nelson_A_Ishikawa

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: