Neuropolítica - Conceito, o que é, Significado

A atividade política de hoje incorporou novas estratégias. Neste sentido, existe a chamada política de marketing. Os assessores que supervisionam as campanhas eleitorais dos líderes políticos lidam com diversos tipos de ferramenta: o uso das redes sociais; o figurino e o modo de comportar-se de cada do candidato; sua linguagem; vida pessoal e, por último, todos os aspectos que possam afetar a decisão dos eleitores. Uma das mais novas técnicas é o neuropolítica. Esta disciplina interpreta as reações neurais das pessoas em relação às mensagens dos líderes políticos.

O conhecimento do cérebro humano pode ser uma das chaves para obter bons resultados eleitorais

Em nosso cérebro há milhares de neurônios ramificados e interconectados em um circuito. As conexões neurais geram emoções, sentimentos e ideais. Consequentemente, os especialistas em neuropolítica afirmam que as mensagens dos candidatos geram determinadas reações no cérebro.

Os conhecedores do cérebro humano tentam compreender o que mobiliza as pessoas. Isto quer dizer que os políticos podem contratar os serviços de um neurocientista com o propósito de ganhar as eleições.

Uma disciplina que busca influenciar a mente do eleitor

A neurociência tem aplicado em outras áreas a aprendizagem infantil com a finalidade de emocionar uma criança para aprender algo novo. Com esta técnica é possível incentivar uma criança desmotivada pelo estudo. Este processo é aplicado na mente de consumidores ou eleitores. De qualquer forma, o eleitor compra um produto político. Para decidir por um produto ou outro é necessário ativar as emoções que o impulsionam a tomar qualquer tipo de decisão. Pode-se dizer que as ferramentas da neuropolítica tentam seduzir o eleitor.

Os partidários destas técnicas afirmam que seu uso é legítimo e faz parte do jogo político

Em compensação, existem aqueles que acreditam que são técnicas de manipulação da conduta com um componente perverso.

Os neurocientistas que se encontram a serviço da política analisam quais palavras são as mais adequadas para conseguir o êxito de um candidato, quais gestos geram empatia na mente do eleitor e quais atitudes políticas transmitem credibilidade.

Imagem: Fotolia. VectorShots

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: