Conceito » Saúde » Ultrassom e Infrassom

Ultrassom e Infrassom - Conceito, o que é, Significado

A acústica é uma disciplina da física que estuda os princípios e fenômenos relacionados ao som. Quando as ondas sonoras apresentam uma frequência que ultrapassa os 20.000 Hz, fala-se de ultrassom. Se a frequência é inferior ao que ouvido humano pode perceber, fala-se de infrassom.

Aplicações de ultrassom e curiosidades científicas

A tecnologia do ultrassom tem uma ampla gama de aplicações: no setor da estética e da medicina reparadora, nos aparelhos de ecografia ou litotrícia, nas aplicações industriais ou em algumas áreas da química.

No campo da medicina esta tecnologia permite um diagnóstico mais preciso, já que as imagens obtidas são o resultado dos ecos que transmitem as estruturas corporais.

Por último, vale destacar que existem dispositivos que utilizam esta tecnologia para espantar os animais mais agressivos.

Estas ondas sonoras foram detectadas no século XVIII quando foi observada a estratégia dos morcegos para capturar suas presas. O estudo da luz em movimento no século XIX foi um fator determinante para entender as ondas do ultrassom. O uso do diapasão como elemento de afinação dos instrumentos musicais foi decisivo para compreender esta dimensão do som. Os golfinhos e baleias são os animais com mais capacidade de captar este tipo de som e isso só é possível porque têm uma capacidade única entre os seres vivos, a ecolocalização.

O Infrassom e suas aplicações

Quando nos encontramos abaixo do espectro audível, estamos diante de um fenômeno de infrassom. Estes sons apresentam algumas características: são emitidos através de ondas esféricas, se a frequência é alta produzem uma absorção menor e são ondas que podem chegar a uma distância maior. Estas ondas acústicas não audíveis têm uma estrutura similar aos raios luminosos, o que lhes permite percorrer distâncias muito longas sem perder a energia.

No mundo animal, algumas espécies empregam esta estratégia acústica para estabelecer algum tipo de comunicação (por exemplo, os elefantes detectam esses sons porque seu aparato auditivo lhes permite captar a baixa frequência dessas vibrações).

Alguns desastres naturais geram grandes catástrofes, mas paradoxalmente não são audíveis (isto é o que acontece com as avalanches, as erupções vulcânicas e as ondas oceânicas).

Nosso corpo emite infrassons e mesmo sendo imperceptíveis do ponto de vista auditivo podem causar alterações e estados de ansiedade. Alguns acontecimentos que provocam reações de pânico estão relacionados a este fenômeno acústico.

Imagens Fotolia: AM54, Iryna

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: